Devido ao amor da adoção, cão de rua com doença grave muda da água para o vinho - confira

O acesso à saúde e ao devido tratamento veterinário é uma realidade distante para muitos cães pertencentes a famílias de baixa renda ou que sequer possuem um lar, vivendo em situação de rua.

Isso não foge à regra para Yuki, uma cadela de seis anos que vive no México. Faminta e abandonada, ela foi encontrada vagando pelas ruas após seus antigos donos a abandonarem.

Yuki tinha sarna sarcóptica. Sua pele estava toda avermelhada, com crostas grossas de pele morta. Quando um grupo de resgate de cães finalmente encontrou a cachorrinha, eles a levaram a um centro de atendimento de urgência.

Na clínica veterinária, os médicos ficaram espantandos ao ver Yuki… sua condição clínica estava muito ruim.

Além da sua condição delicada, Yuki estava pesando 20kg, quase 30% abaixo do seu peso ideal. Um cachorro desse porte deveria pesar pelo menos 27kg. Enquanto passava por um tratamento contra a sarna, ela também foi diagnosticada com erliquiose, uma doença transmitida por carrapatos.

O veterinário removeu via raspagem diversas camadas de pele morta, após a aplicação de analgésicos e antibióticos. Ao final, Yuki parecia uma vítima de queimaduras de segundo grau.

De volta ao abrigo de cães, ela passou por uma lenta e gradual recuperação. Sua pele voltou a crescer pouco a pouco e ela recuperou o peso, além de deixar o estado de desnutrição.

No mês seguinte ao resgate, Yuki foi encaminhada para um lar adotivo. Ela agora faz parte de uma família carinhosa e compassiva. Os dias de maus tratos ficaram para trás. De quebra, seu pêlo cresceu e ela está linda!

A branquinha adora passear de carro com sua família. Seu hobbie preferido é viajar do México à Califórnia nas férias.

Sua mãe adotiva, que não teve o nome divulgado, afirma que Yuki é muito bem-comportada e adora brincar com seus irmãos.

Saiba mais assistindo o vídeo abaixo:

Fonte: I Love My Dog So Much

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários