Cadelinha percorre 2 km todos os dias para alimentar outros animais em SP (veja o vídeo)

Um cadelinha que mora em um ferro velho de São Carlos é um exemplo de solidariedade difícil de se ver até entre os seres humanos.

Todos os dias, quando a noite chega, ela vai até a casa de uma senhora que cuida de mais de 30 cães e gatos, se alimenta e pega uma marmitinha para levar para seus amigos no ferro velho. Ela atravessa a rodovia e percorre 2km com a sacola na boca e divide a comida com os outros animais – incluindo até uma mula.

“Eu percebia que ela comia e ficava olhando para o que tinha na sacola. Aí uma vizinha disse que dava e impressão de que a cadela queria levar o resto da comida. Aí nós amarramos e ela pegou a sacola e levou. Daquele dia em dia a gente faz isso”, conta a mulher que alimenta Lilica e os mais de 3o cães e gatos.

Confira:

A catadora Neile Vânia Antonio, que encontrou Lilica abandonada ainda filhote na porta do ferro velho, pega a sacola e abre para todos os bichos do local comerem. O que sobra fica para o café da manhã. A história se repete todos os dias, há três anos.

Dona Neile diz que desde que viu a cadela pela primeira vez percebeu que ela era diferente. “A gente que é humano não faz isso. Algumas pessoas até escondem e não querem dividir o que tem. Ela não, Lilica é um animal excepcional”.

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: G1

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários