Cachorro idoso deixado na rua por ser 'velho demais' ganha nova chance de ser feliz

No início deste mês, uma ONG de resgate animal chamada ‘Hope For Paws’, sediada em Los Angeles (EUA), recebeu um telefonema de um anônimo denunciando a degradante situação de um cachorrinho em situação de rua.

O cão foi abandonado por seus antigos tutores por conta de sua idade bastante avançada. Desde então, moradores do bairro onde o animal foi deixado têm alimentado-o da maneira que podem.

Respondendo ao chamado anônimo, as voluntárias JoAnn Wiltz e Lisa Arturo foram ao local para resgatar o cachorro. Elas o encontraram deitado na beira da estrada, tentando descansar em meio ao Sol forte.

Fotos: Reprodução / Hope For Paws

A dupla montou uma espécie de ‘arapuca’ com comida para atrair o cachorro. Faminto, ele não tardou em entrar no canil improvisado.

Encaminhado para um abrigo, o cão foi batizado como Pumba. Estava nervoso por estar em um lugar em que jamais havia entrado antes.

Foto: Reprodução / Hope For Paws

JoAnn e Lisa fizeram de tudo para acalmá-lo: deram-lhe comida, água, carinho… E Pumba acabou cedendo.

Em seguida, levaram-no para um hospital veterinário para que o cãozinho fosse examinado. Felizmente, não foi encontrado qualquer sinal de doença ou enfermidade.

Foto: Reprodução / Hope For Paws

Pumba agora vive em um lar temporário e aguarda a adoção definitiva por parte de uma família amorosa.

JoAnn e Lisa afirmam que ele está bem feliz por ser o centro das atenções. Aos poucos, seus episódios de ansiedade e hiperatividade vão se tornando cada vez mais raros.

Existem muitos outros cães como o Pumba que foram resgatados das ruas e agora estão em abrigos. Se você tem interesse em ter um companheiro(a) para todos os momentos, consulte o abrigo local! Você poderia fazer um cachorro como Pumba muito feliz!

Compartilhe o post com seus amigos!

Fonte: I Love My Dog So Much

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários