Golfinhos auxiliam pescadores a pegar mais peixes e pescaria rende muito mais em SC

Para quem não conhece, Laguna, uma cidade do litoral de Santa Catarina, além de beleza, herda o papel histórico em grandes feitos no país.

Foi responsável em demarcar um dos extremos do histórico Tratado de Tordesilhas, entre Portugal e Espanha no passado, foi também lá que nasceu a revolucionária Anita Garibaldi, mulher de Giuseppe Garibaldi, com quem lutou pela independência do Sul do Brasil.

Mas, essa matéria não é para falar sobre história, foi só para trazer referências para falar sobre os golfinhos que por lá habitam.

Os botos, como são chamados na cidade, são os únicos do Brasil a ajudarem os pescadores na hora da pesca.

Isso mesmo: interagindo, os golfinhos empurram os cardumes de peixes para a margem, em direção aos pescadores e suas redes. Os golfinhos sinalizam com o corpo para os pescadores e ficam aguardando os arremessos das tarrafas sobre eles.

Cercado pelas redes, os peixes tentam fugir por baixo delas, justamente onde os golfinhos estão posicionados.

O fotógrafo, Ronaldo Amboni, nascido e criado em Laguna fala sobre a prática: "Eles aprenderam sozinhos e foram passando essa técnica de pai para filho. Acho até que foram eles que nos ensinaram a pescar assim", brinca.

Esses golfinhos, muito especiais, são um dos poucos no mundo que interagem com pescadores. Muito bacana! Com uma equipe de apoio dessas, não precisa nem falar que a pescaria rende bem, né?

Fonte: Histórias do Mar

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários