Cão pit bull agressivo ignorado em abrigo é conquistado por casal e ganha vida de rei

Por
em Aqueça o coração

Esse cão da raça pit bull passou por muitos bocados até finalmente poder encontrar a paz e descansar em um lar definitivo.

Após viver em alguns abrigos, Patrick era taxado como um cão de comportamento difícil. Além do mais, Patrick possuía dirofilariose, que é uma lombriga hospedada no coração e é transmitida de um hospedeiro para o outro hospedeiro através das picadas de mosquitos.

Quando chegou a um canil de Salt Lake City, em Utah, nos Estados Unidos, o comportamento de Patrick se mostrou agressivo e ele acabava mordendo as roupas das pessoas.

Os responsáveis decidiram então mudar o cenário e colocá-lo em um lar temporário.

Foram necessários cinco lares, até que Patrick encontrasse a sorte. Ashley e Travis Tzioumis são voluntários adotivos e tinham bastante experiência em lidar com cães temperamentais e estavam acolhendo outros dois, para encaminhar para lares definitivos.

Mesmo sabendo do histórico de Patrick, o casal se dispôs a acolher e tentar entender os sentimentos do cachorro. O que não foi fácil. Extremamente agitado, Patrick não estava acostumado a ser acariciado e ficava desconfortável quando recebia carinho.

"As primeiras semanas foram difíceis. Uma verdadeira história de sangue, suor e lágrimas quando ele nos desafiou, testando incansavelmente nossa paciência e nossa sanidade ”, diz Ashley.

"Ele raramente ficava quieto, latia constantemente para nós e tentava destruir tudo e qualquer coisa que pudesse encontrar".

Mesmo assim, a família não desistiu dele.

Os dois cães residentes dos Tzioumis, Bert, de oito anos, e Nikita, de 10, já acostumados com a presença de outros cães, receberam bem Patrick e mantinham uma convivência pacífica.

Patrick parecia ser rebelde apenas com os pais, com os irmãos ele se dava bem. Mas a resistência foi ficando de lado e o cão foi finalmente se adaptando à nova família.

Alguns meses depois, a família resolveu fazer uma viagem e ainda preocupados como Patrick se comportaria, a família teve uma grata surpresa. "Ele sentou no banco de trás, olhando pela janela como um humano, durante toda a viagem", diz Ashley.

Dentre tantas experiências de superação e companheirismo, a essa altura, era tarde demais para voltar atrás e acabar doando Patrick à outra família. Os Tzioumis decidiram que Patrick já pertencia a família e não iria a lugar algum. "Não vou dar Patrick a mais ninguém", disse Travis.

O cãozinho ganhou amor e a família dos seus sonhos. Agora vive como um rei!

Não é para menos, como alguém poderia se desfazer de um ser que superou e conquistou tanto como ele, não é? Ficamos muito felizes por você, Patrick!

Você também vai gostar deste nosso vídeo:

O caso do cachorro que ama o iFood e mais no Jornalzinho Amo Meu Pet

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com