Gata sem patas volta a andar após ganhar próteses impressas em 3D

Por
em Gatos

Essa gatinha de Novokuznetsk, na Sibéria, Rússia, passou por momentos de horrores.

Em 2018, a felina que vivia nas ruas, foi encontrada com as quatro patinhas queimadas devido o forte e rigoroso inverno da Sibéria, que chega até - 20°C. Por conta da gravidade da queimadura, as suas quatro patas tiveram que ser amputadas. Tadinha!

Mas graças à tecnologia, a gatinha Dymka ganhou próteses feitas de titânio e revestidas de fosfato de cálcio, feitas por meio de uma impressora 3D. Segundo o Metro, a iniciativa foi da Universidade Politécnica de Tomsky, da Rússia juntamente com pesquisadores da Best Veterinary, e deu muito certo.

Graças aos avançados estudos dos profissionais, Dymka pôde voltar a andar! Que experiência incrível!

Confira o vídeo de Dymka com as novas próteses:

Apesar de toda dificuldade, ainda bem que teve solução para o caso de Dymka, não é?

Vídeo: cadeira de rodas para gatos

Gatos com algum tipo de deficiência física são mais comuns do que se imagina. Dymka recebeu próteses, o que facilitou e muito a sua vida. Já a gatinha Bella ganhou uma cadeira de rodas. Saiba mais sobre a Bella no vídeo do canal do YouTube Pineal Tecnologias 3D. Confira!

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com