Gata com 'Síndrome de Down' vira inspiração para livro que ensina respeito às diferenças

em Notícias

A gatinha Maya foi resgatada dentro de uma lixeira com poucas semanas de vida pela ONG Odd Cat Sanctuary na cidade de Salem, Massachusetts, e levada para um abrigo, onde morou por vários meses.

Ela foi rejeitada pelos ‘tutores’ por conta de sua aparência inusual, causada pela presença de um cromossomo extra no material genético, semelhante ao que acontece em seres humanos (Síndrome de Down).

No início deste ano, Maya foi adotada pelo casal Laura Beader e Harrison Makofsky. Em seu novo lar, ganhou uma oportunidade de ser amada e feliz.

Cientes da desinformação sobre a síndrome, o casal criou uma conta para Maya no Instagram, onde ela tem mais de 455 mil seguidores!

O espaço nas redes sociais se tornou um centro de ajuda para pessoas e animais com a mesma alteração genética.

No final de fevereiro, visando expandir sua linha de apoio, os pais de Maya lançaram o livro Meet Maya Cat ("Conheça a Gata Maya", em tradução livre).

A obra literária é direcionada para as crianças e orienta os pequenos sobre como tratar bem as outras pessoas e os animais, mesmo que eles sejam diferentes da maioria.

De acordo com Maya, 100% dos lucros da venda do livro serão doados para o abrigo que cuidou e resgatou Maya no momento que ela mais precisava.

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.