Trabalhador encontra e salva cadela extremamente maltratada por casal usuário de drogas e animal se apaixona por ele

Quando o homem viu a filhote passando fome e amarrada em uma árvore, imediatamente teve a atitude de socorrer a cachorrinha pedindo para levá-la embora do local.

Graças ao olhar atento e bondoso de um trabalhador, uma cadela que vivia em situação de negligência foi salva. O homem que estava trabalhando em uma perfuração na zona rural no norte da Flórida em 2014, percebeu que na casa vizinha havia um filhote amarrado em uma árvore em situação deplorável.

Ele descreve que o animal estava “visivelmente com dor, em pele e ossos, tinha toneladas de carrapatos e outros insetos, aparecimento precoce de sarna e uma barriga gorda cheia de vermes”. Que tristeza!

Sem comida ou água, o homem tentou oferecer alguns biscoitos para a cadela que se escondia amedrontada. O trabalhador soube que os donos eram negligentes e usuários de drogas e como ela tinha muito medo de aproximação, ele suspeitou que ela era vítima de maus-tratos.

Tocado e indignado com a situação, o trabalhador resolveu pedir aos donos para que deixassem ele levar o animal, o que foi negado muitas vezes, mas devido a insistência, eles finalmente permitiram que o levassem.

A reação da cadela que tinha apenas três meses foi a melhor de todas, ela encheu o homem de lambidas e beijos, demonstrando a sua gratidão por ter a salvado.

Após o resgate, o homem começou a cuidar da cadela dando carinho, comida e retirando os carrapatos, que segundo ele, foram cerca de 75 insetos. “Ela ficava ofegante ao passear e não conseguia se deitar. Eu não podia tocar sua barriga que ela gritava de dor. Fiquei acordado a noite toda tentando confortá-la”, conta.

Ainda desnutrida, ele passou a alimentá-la com mais frequência e apesar de todos os cuidados com o animal, ele trabalhava muitas horas e não teria tempo para dar atenção a ela. Ele resolveu então entrar em contato com uma ONG local para cuidar dela. “Eles me prometeram dar atualizações sobre o progresso dela. Ela entrou em um programa de acampamento de verão para filhotes por ser tão jovem, para aprender o treinamento básico”, diz.

Felizmente, a pequena filhote foi adotada logo em seguida.

“Estou feliz por ela ter um final feliz. Fazer parte da história dela, de ter conseguido o amor que ela merece é o que me faz continuar naqueles dias difíceis. Eu sei que existem inúmeros outros por aí que não terão tanta sorte. Vou continuar a fazer o meu melhor para ajudar os animais necessitados e estou fazendo uma doação para o abrigo local.”

Realmente a atitude desse homem fez toda a diferença na vida da filhote!

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários