Em trabalho voluntário, cirurgião experiente opera animais de rua para recuperarem saúde e serem adotados

Mesmo que atender animais não seja sua especialidade, o cirurgião conta com a supervisão de um veterinário ao realizar as cirurgias.

Desamparados, muitos cães de rua não tem a ajuda de ninguém para lidar com a fome, doenças e dificuldades encontradas por quem vive nas ruas.

Preocupado com a situação desses animais, o americano John Keating que vive em Atlanta, EUA, é cirurgião no Atlanta Medical Center há mais de 30 anos e resolveu tomar uma atitude inusitada, mas que beneficia centenas de cães e gatos.

]O cirurgião, na presença de um veterinário, opera animais que não tem dono por morarem nas ruas ou em abrigos. Embora Keating não seja especializado em animais de estimação, o procedimento é legal enquanto um profissional treinado (em medicina veterinária) estiver assistindo.

Foto: John Keating
Foto: John Keating

Mesmo em abrigos, muitos animais possuem condições físicas que acabam limitando a expectativa de adoção, então com o trabalho beneficente, Keating devolve à esperança também a esses animais.

Foto: John Keating
Foto: John Keating

“Esses cães estão condenados. Ninguém vai ajudá-los. Eles não são adotados. Muitas das vezes eles são sacrificados se não fizermos algo a respeito”, disse Keating.

Foto: John Keating
Foto: John Keating

Que atitude linda, né?

Mesmo sem poder falar, tenho certeza que todos esses animais se sentem agradecidos pelo trabalho voluntário que devolve a esperança e a autoestima deles! Atitude admirável!

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários