Homem salva vida da sua gatinha que estava sendo atacada por píton gigante

Por
em Notícias

O homem que estava dormindo, saiu correndo nu para atender o choro da filhote e se deparou com a píton enrolada no animal. Que cena, hein?

Por maior que seja o cuidado oferecido aos nossos bichinhos de estimação, nenhum deles está livre de sofrer ataques de animais silvestres.

Um homem passou por um verdadeiro susto ao ver seu gato sendo atacado por uma cobra píton de dois metros e meio do pátio de casa e se arriscou para salvá-lo. O caso aconteceu com o australiano Nick Kearns, no final de abril. Ao perceber o choro de um dos seus gatos nas primeiras horas da manhã, Nick acordou e mesmo nu, correu até o quintal e se deparou com a cobra enrolada na gata Lil.

Para salvar a vida de Lil, que provavelmente não teria muito mais tempo, Nick tentou fazer com que a cobra a soltasse, o que não foi fácil. “Peguei a cobra pela primeira vez e Lil estava tentando recuar e chutar freneticamente, mas estava começando a chutar cada vez menos. Eu estava tentando desenrolá-la e minha esposa Karyn estava segurando o rabo, mas a cobra simplesmente não soltou.”

Depois de muita resistência da cobra, Nick finalmente conseguiu segurar Lil e puxá-la, mas o réptil acabou mordendo a sua mão.

Lil, também acabou ficando ferida com o ataque.

“A cobra a pegou pelo queixo e não havia como deixá-la ir. Lil estava com um pedaço faltando aqui na bochecha e encharcamos com Betadine e ela está bem agora.”

Após o ataque Nick capturou a cobra e sem machucá-la levou para longe de sua casa.

Apesar de estar fora de perigo agora, Nick percebeu que Lil ficou traumatizada e sente medo de qualquer objeto que lembre uma cobra, como o seu cinto, por exemplo.

"Agora faço uma patrulha todas as manhãs e, é claro, eles não ficam perambulando quando está escuro de qualquer maneira. Também existe o risco de os pássaros pegá-los - águias e gaviões -, mas tivemos relativamente sorte até agora”, concluiu Nick.

Felizmente Lil está bem e esperamos que nunca mais passe por um susto desses!

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com