Mãe sem netos tricota suéter para gatinho recém-adotado da filha

em Notícias

Pouco depois de completar três meses de vida, o gatinho Tank foi adotado pela norte-americana Georgia Dyson e sua família.

Ensinar o pequeno sobre como as coisas funcionam tem sido bastante divertido, especialmente porque Tank é muito curioso e arisco com tudo.

"Ele é super atrevido e adora fuçar as coisas, mas também é muito carinhoso", diz Georgia. “Ele é quase como um cachorro - corre pela casa toda, gosta de nos abraçar e nos beijar. É o nosso bebê”, afirma.

A mãe de Georgia teve cinco filhos, mas nenhum deles ainda lhes deu um neto. Com isso, decidiu tratar Tank como tal. Amante do tricô, ela confeccionou uma roupinha para o felino, mas não esperava que ele ficasse tão pequeno dentro da vestimenta!

Olha só como ficou:

"O suéter ainda é grande demais para ele, então ele apenas escapa e não é um grande fã no momento, mas estamos trabalhando nisso", disse Georgia. "Eu achei hilário e fofo o tricotado da minha mãe; adorei a boa intenção dela apesar dos resultados adversos”.

Enquanto o primeiro neto não chega, a mãe de Georgia pretende continuar confeccionando novas peças de roupa para o gatinho, só que agora, de preferência, do tamanho de Tank. Sabemos: qualquer vestimenta vai ficar incrível nele!

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.