Dono leva 1 ano para criar espaço recreativo enorme em seu quintal para os seus gatos brincarem

em Notícias
Conheça essa ideia genial que permite que os gatos desse homem tenham seu próprio espaço e permaneçam seguros em casa.

As mamães e os papais de gatos vão adorar a ideia criativa que o americano Derek Roche teve para os seus filhotes felinos. Inicialmente, o homem foi contrário a ideia da namorada em adotar uma gata, mas foi só passar a primeira noite com a nova mascote, que ele teve certeza que adotá-la foi uma ótima escolha.

O vínculo afetivo foi tão intenso, que o casal resolveu adotar outros dois gatos, para fazer companhia para Jelli. Apesar dos novos irmãos, Jelli começou a apresentar problemas de saúde, e também mudou de comportamento, se tornando mais reservada.

A solução encontrada por Derek foi construir um espaço recreativo próprio para os gatinhos brincarem e se entreterem à vontade, já que todos adoravam brincar ao ar livre. O projeto que inicialmente se mostrou modesto, deu espaço a um playground de dar inveja a qualquer um!

O homem não possuía nenhuma experiência na área de construção, mas o seu engajamento para agradar os seus bichinhos de estimação foi o suficiente para dar andamento no projeto que demorou um ano para ficar pronto.

“Havia muitos detalhes no trabalho e eu estava aprendendo bastante. Eu tinha um plano em minha cabeça e me mantive bastante fiel a isso. Jelli entrava no local todos os dias e eu observava seus movimentos e suas reações sobre como as coisas estavam indo, onde ela gostava de se sentar, como ela escalava a estrutura. Eu a usei para ter uma noção de escala de passarelas, portas, etc. Digo às pessoas que, além da minha musa, ela era minha gerente e co-designer.”

Será que esses gatinhos têm noção do quanto são especiais para os seus donos? Penso que após ver o resultado, a resposta é sim…

O espaço ficou incrível e eles não poderiam estar desfrutando melhor do seu parque de diversões exclusivo, que possui suas próprias caixas de areia, e Derek sempre garante que haja água fresca para os gatos aproveitarem. No momento, não há como os gatos saírem com segurança do espaço externo para a casa por conta própria, mas Derek está no processo de construir uma passarela que conectará os dois para que os gatos possam ir e voltar sempre que eles quiserem.

“Jelli estava lá desde o primeiro dia em que cavei os furos da fundação, e ela ficou bastante fascinada a cada nova etapa. Ela definitivamente sabe que eu o construí para ela.” E dizer que ele não queria adotar um gato. Que mudança hein, Derek!

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com