Ativista Matheus Laiola salva cão que vivia com objeto preso no pescoço pela antiga dona

Por
em Proteção Animal

É assustadora a frieza que alguns tutores conseguem ter com aqueles que deveriam zelar e proteger.

Vítimas dos próprios donos, muitos animais são expostos a situações conturbadas e difíceis, mas felizmente, casos assim não tem passado despercebido, pelo contrário, estão sendo cada vez mais combatidos.

Um desses casos foi exposto pelo delegado e ativista pelos direitos dos animais, Matheus Laiola, em julho do ano passado, em suas redes sociais.

Conhecido por atuar ativamente no combate aos maus-tratos de animais, o delegado compartilhou a história de um cachorro que vivia em péssimas condições - em meio a sujeira e em local pequeno - e continha um objeto em forma de triângulo em seu pescoço, que além de apertá-lo e ser desconfortável, o impedia de mover o membro.

Ao questionar a dona sobre a negligência com o cão, ocorrida em Campo Largo, Paraná, o delegado obteve a resposta que ela havia colocado o objeto para evitar que ele fugisse.

Como medida protetiva, Laiola retirou o cão dos cuidados da mulher, o livrou do objeto sufocante, e deu início a uma investigação que irá averiguar a responsabilização do crime de maus-tratos cometidos contra o cachorro.

De acordo com o delegado, agora o cãozinho terá a qualidade de vida que merece, longe do sofrimento e maus-tratos cometidos por quem deveria protegê-lo! Que casos como esse sirvam para conscientizar e enfatizar que esses crimes não passem impunes!

Veja o vídeo:

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com