Atriz Claudia Ohana se envolve em polêmica ao devolver depois de 7 meses cães adotados

Por
em Notícias
Segundo a ONG, os animais ficaram deprimidos desde que retornaram ao abrigo.

Não importa se você é empresário, atriz, príncipe, rei ou o papa, o fato de você acolher um animal e depois de um tempo resolver se desfazer dele como se fosse um objeto com prazo de validade, faz de você uma pessoa insensível, capaz de causar profunda tristeza no animalzinho envolvido.

É uma situação muito delicada e independente do motivo que tenha levado o tutor a uma atitude dessas, isso causará tristeza e sofrimento no bichinho que não entenderá o motivo de ter sido abandonado por quem ele tanto amava.

Infelizmente, isso é algo mais recorrente do que gostaríamos e a responsável por essa atitude nos últimos dias - que inclusive causou muita revolta nas pessoas - foi a atriz Claudia Ohana. A atriz havia adotado dois cães filhotes em dezembro do ano passado, através da ONG Projeto Toca Do Bicho e resolveu devolvê-los à organização depois de sete meses.

A devolução dos irmãos Thor e Tigrão aconteceu há um mês, mas só veio ao conhecimento do público no último dia 18, quando a ONG compartilhou fotos dos cães relatando que eles estavam disponíveis para adoção.

O que mais chamou a atenção dos internautas foi a legenda da postagem. “Não me sai da cabeça porque mamãe nos devolveu. Ela dizia que não obedecíamos, que destruímos coisas, mas não teve paciência com a gente. As tias da Toca orientaram em tudo, ofereceram adestrador, mas mamãe fez tudo errado. E pior, no final, nos devolveu! Sequer ligou para saber como estávamos desde que saímos da casa dela. Acreditam?”

Os responsáveis pela ONG ainda publicaram no site da instituição: “Precisamos de uma família urgente pra Tigrão e seu irmão! Estão muito deprimidos depois que foram devolvidos. Não é justo. Eles não pediram para passar por isso. Nos ajudem a achar uma família para esses lindos bebês de porte grande!”

Com a repercussão do caso, muitas pessoas passaram a atacar a atriz repreendendo a atitude.

Em defesa, Claudia também se manifestou. “Eu fiquei muito chateada com a ONG Toca do Bicho. Eu adotei eles pouco tempo antes da pandemia e aí veio a pandemia e eu fiquei sozinha em casa. Aguentei 3 meses de limpar tudo, eles foram destruindo... Normal, cachorros pequenos. E não tava aguentando minhas costas, eu dei um jeito nas costas. E eles iam para a casa dos meus primos, que é praticamente meu irmão, e o pessoal da Toca do Bicho não deixou eu mandar. Aí eles falaram que tudo bem, que eles poderiam ficar lá um tempo e que depois eles voltariam para cá”, disse.

Já a instituição se manifestou dizendo que não havia feito a postagem para que a ex tutora fosse identificada e atacada, mas sim para contar a história dos cães e, consequentemente, encontrar novos lares para eles. “Depois da repercussão negativa contra Ohana, a ONG fez outro post sobre a identidade dos adotantes. "Só que todo animal que é devolvido a gente posta para que tenha nova chance de adoção. Explicamos o que aconteceu porque temos milhares de seguidores que acompanham a história de cada Toquinho e somos transparentes. Não fizemos nada demais em relatar o fato, porque visamos o bem-estar dos animais. Só para complementar, demoramos até na divulgação porque tínhamos esperança que o adotante nos procurasse, sentindo a falta deles. Mas em mais de 1 mês no abrigo, a pessoa sequer mandou um zap, ligou ou procurou saber se precisavam de algo. Isso era amor? Você agiria assim com seus filhos que dizia amar? Em tempo, a adoção aconteceu em dezembro, bem antes da pandemia. Não foi pelo isolamento social que quiseram devolver os cachorros”.

É, realmente uma situação muito delicada, só esperamos que esses cães possam encontrar novos - e permanentes - lares em breve, pois é o mínimo que eles merecem!

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com