Foto de policial dormindo em fila do veterinário após salvar filhote viraliza

Numa manhã em maio de 2016, o sol estava prestes a nascer e o policial Kareem Garibaldi - do Departamento de Polícia de Lakeland, nos Estados Unidos - havia acabado de começar sua patrulha de rotina pela cidade quando, por muito pouco, causou um acidente fatal.

Enquanto dirigia, uma filhote correu bem na frente do carro e quase foi atropelada.

Kareem desceu imediatamente para verificar se a pequena estava bem e logo percebeu que ela não tinha coleira. Ele então começou a procurar pelo bairro pelo possível dono da filhote.

Foto: Facebook / LakelandPD
Foto: Facebook / LakelandPD

Sem sorte, o oficial levou-a para a delegacia do Departamento de Polícia para alimentá-la. Quando seu turno acabou, sensibilizado com a fragilidade da cachorrinha, Kareem decidiu levá-la para sua casa.

Na manhã seguinte, o policial levou a filhote para um veterinário e enquanto esperava pelo atendimento, acabou pegando no sono. Ele sentou-se às 8h45 e esperou no banco… Muito cansado, acabou pegando no sono, acordando por volta das 12:00.

Foto: Facebook / LakelandPD
Foto: Facebook / LakelandPD

Ao ver a cena, uma mulher tirou uma foto do oficial cochilando e postou nas redes sociais, explicando seu contexto. A imagem viralizou online, compartilhada pelo Departamento de Polícia de Lakeland.Mais tarde, a cachorrinha de nove semanas, uma mistura de boxer com pitbull, recebeu o nome de Hope (Esperança, em tradução livre).

O policial Kareem, afeito à filhote, decidiu que iria adotá-la em definitivo.

“São policiais bondosos como este que tornam esse Departamento de Polícia único”, escreveram os colegas de Kareem no Facebook. “Depois de trabalhar um longo fim de semana, o policial ainda encontrou energia no final de seu turno para ajudar o melhor amigo do homem.”

A história de Hope é emocionante, mas não seria possível sem um ato de bondade tão incrível.

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários