Dona perde sua cadela corgi em aeroporto e se emociona ao encontrá-la consolando idoso triste - vídeo

Triste pela morte do seu cão, o idoso foi consolado pela cadela que fez questão de fazer companhia ao homem.

Nem todas as pessoas têm a sensibilidade de perceber a real missão dos animais neste mundo, que é tornar a vida mais feliz. Amorosos, carinhosos, companheiros e preocupados, os animais doam todos esses sentimentos gratuitamente, sem esperar nada em troca, se contentando com tão pouco.

Não importa quão sofrida tenha sido a vida deles, eles estão sempre prontos para amar mais uma vez, como tem feito a cadela Cora. Da raça corgi, docilmente fofa, a cadela passou por situações dolorosas, negligentes e só depois de sete anos, é que a sua vida mudou para melhor.

Foto: Facebook / Madison Palm
Foto: Facebook / Madison Palm

Quando soube do seu caso, Madison Palm, de Coeur d'alene, Idaho (EUA), entrou em ação para adotá-la. Como um cão sabe reconhecer o amor, imediatamente Cora subiu no colo de Madison, como se estivesse agradecendo pela ajuda. Não é difícil perceber que as duas se tornaram melhores amigas e Cora pôde ainda, ajudar Madison a enfrentar a ansiedade.

Houve um dia, no entanto, que Madison levou um grande susto ao perdê-la de vista no aeroporto de Seattle, enquanto se preparavam para viajar para o Alasca. Desesperada, Madison começou a procurá-la por toda parte e depois de alguns minutos a encontrou tranquilamente sentada aos pés de um senhor de idade, que a acariciava.

Foto: Facebook / Madison Palm
Foto: Facebook / Madison Palm

Surpresa, a mulher se aproximou e perguntou se Cora estava o incomodando, nesse momento, ela recebeu uma resposta que a levou às lágrimas, quando o senhor contou que o seu cão havia morrido no dia anterior. Instintivamente, Cora sabia que o homem estava triste e sentindo a necessidade de confortá-lo, por uns minutos que fosse, se aproximou do senhor para que ele pudesse acariciá-la.

Foto: Facebook / Madison Palm
Foto: Facebook / Madison Palm

“Depois que ele me disse que seu cachorro estava morto, eu pensei, ‘você é tão incrível. Como eu tive tanta sorte? Eu realmente acho que ela tem um dom. Ela sabe quem está sofrendo e sabe quem precisa dela’”, expressa Madison.

Veja o vídeo:

Temos muito que aprender a respeito dos animais, que mesmo sem falar, estão sempre nos ensinando lições para a vida.

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários