Teste social: Morador de rua é a única pessoa que para ajudar cachorrinho abandonado na rua e vídeo viraliza

em Notícias
No vídeo que foi gravado secretamente, é possível ver que muitas pessoas passam pelo cão abandonado, mas o homem foi o único que parou para ajudá-lo e buscou alimento para ele.

Atitudes solidárias costumam impressionar as pessoas, no entanto, não deveria ser algo inédito, mas sim comum e recorrente. O mais interessante disso é que a compaixão costuma ser praticada por aqueles que as pessoas menos esperam, como pessoas de baixa renda ou moradores de rua, como foi nesse caso.

Um lindo gesto foi compartilhado nas redes sociais de um Youtuber chamado Matt Bandeira, em que foi feita uma simulação de teste social nos Estados Unidos, onde um cachorrinho foi aparentemente abandonado pelo seu dono em via pública e o único a ter uma atitude para ajudá-lo foi um morador de rua.

Junto do cão, havia uma placa dizendo “eu não posso cuidar do cachorro, alguém assuma a responsabilidade”. Muitas pessoas passaram pelo animalzinho e algumas até pararam para acariciá-lo, mas ninguém teve a empatia de resgatá-lo.

A única pessoa que realmente demonstrou preocupação com ele foi um morador de rua, que mesmo não possuindo nada, buscou uma alternativa para ajudá-lo. Depois de acariciar o cãozinho, o homem se levantou, vasculhou um lixo nas proximidades e retornou trazendo um bichinho de pelúcia e um pouco de comida.

No vídeo, é possível ouvi-lo dizendo “você tem um nome? Você está com fome? Encontrei comida. É isso que dou ao meu cachorro”. Impossível não se emocionar com esse gesto, visto mais de 1.679.498 de vezes no canal do Youtube de Matt.

Veja o vídeo:

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com