Jovem larga vida de 'burguês' para se tornar zelador em santuário de animais selvagens

Pouco depois de terminar o ensino médio, o ativista suíço Dean Schneider decidiu largar tudo - faculdade, família, amigos e uma vida confortável - para viajar até a África do Sul, onde se tornou um tipo de zelador em tempo integral de um santuário animal chamado Hakuna Mipaka - uma área de proteção ambiental com 300 hectares.

Hoje, aos 26 anos, Dean se tornou um símbolo e uma inspiração para muitos jovens que desejam proteger a vida selvagem, especialmente através do voluntariado.

Foto: Instagram / dean.schneider
Foto: Instagram / dean.schneider

O jovem mantém um perfil no Instagram com 8,4 milhões de seguidores onde posta rotineiramente vídeos e fotos do seu dia a dia no santuário de animais, que incluem todos os tipos de mamíferos predadores da savana africana.

Foto: Instagram / dean.schneider
Foto: Instagram / dean.schneider

Dean alimenta, cuida e dá banho em leões, hienas, babuínos, chimpanzés, zebras e impalas como se fossem verdadeiros bebês. A ligação que ele construiu com esses animais é de tirar o fôlego!

Foto: Instagram / dean.schneider
Foto: Instagram / dean.schneider

A ONG Hakuna Mipaka tem esse nome advindo da expressão suaíli que significa “sem limites”, algo que resume bem a rotina do suíço. Pensa num cara que ama o seu trabalho!

Ele sempre foi atraído pelo mundo animal e já fez alguns documentários à respeito, além de ser bastante procurado por organizações de proteção animal para compartilhar seu exemplo mundo afora.

Antes de se dedicar à causa animal, Dean chegou a trabalhar como planejador financeiro, mas logo viu que o universo burocrata simplesmente não era para ele.

“Minha missão é alcançar o maior número possível de pessoas e educá-las sobre a vida selvagem e a beleza do reino animal. Eu acredito no poder do conhecimento, paixão e histórias visuais para mudar a percepção das pessoas e salvar a vida selvagem”, resume o jovem.

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários