Graças a ajuda de cão de rua que encontrou carteira com quase R$ 4 mil, dono recupera dinheiro

O responsável pelo dinheiro tinha perdido as expectativas, até que um cão de rua entrou em cena e lhe devolveu as esperanças.

Até mesmo quando não possuem discernimento sobre algo, os cães conseguem realizar boas ações. Um cachorro, chamado Marrom, demonstrou isso na prática ao encontrar e entregar uma carteira com quase R$ 4 mil.

Foto: Reprodução / RPC Londrina
Foto: Reprodução / RPC Londrina

O caso ocorrido em Londrina, Paraná, foi testemunhado pela funcionária de um pet shop, Patrícia Soares, que foi quem encontrou o cão de rua com o objeto. “Agachei e ele colocou a carteira na minha mão. A hora que eu abri, fechei de novo. Eu não acreditei. Abri de novo e falei: 'meu Deus do céu'. Tinha R$ 3.980”, relata.

Ao analisar os documentos. ela identificou o dono: o açougueiro de um mercado da região e que, inclusive, é onde o Marrom costuma ficar. Apesar do susto, Joaquim Arantes teve muita sorte por ter sido o Marrom quem encontrou a sua carteira, não podendo estar em melhores mãos, digo, patas.

Foto: Reprodução / RPC Londrina
Foto: Reprodução / RPC Londrina

“Minha intenção era comprar uma motinha. Fui ao banco e peguei o dinheiro”, contou Joaquim Arantes em entrevista ao G1. Depois do susto, ele já não parecia ter esperança sobre reaver o dinheiro. “Vim trabalhar desanimado da vida. Agora tem que cuidar mais dele ainda”, reforçou o açougueiro.

“É obra de Deus. E o cachorro, não tem nem o que falar dele”, pontuou Patrícia. É, eles são heróis até quando não fazem esforço para ser um!

Saiba mais assistindo o vídeo abaixo:

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários