Cadela husky resgatada se esconde contra parede para tentar parecer invisível e voluntários se esforçam ajudá-la

Por
em Notícias
Ninguém sabe pelo que ela passou, mas o seu comportamento medroso, dizia que não havia sido nada fácil. Felizmente sua vida estava prestes a mudar!

Injustamente, muitos animais continuam sendo vítimas da maldade dos humanos e, naturalmente, eles passam a ter dificuldade em confiar neles novamente. Com razão, né?

O esforço de voluntários para ajudá-los, porém, se torna muito mais difícil, já que eles têm medo de aproximações e do contato humano. Esse, foi o cenário encontrado por voluntários do centro Hope For Paws, da Califórnia, para tentar resgatar a cadelinha Lilás, da raça husky. Nitidamente assustada, Lilás tentou se esquivar da equipe de várias maneiras e só parou de resistir quando os voluntários lhe ofereceram comida.

Embora a equipe tenha conseguido levá-la para o abrigo, eles se depararam com uma cena de partir o coração: ela se escondendo com o focinho virado para a parede. Sem alternativas de fuga, ela temia que o pior pudesse lhe acontecer e tentou, dessa maneira, ficar ‘invisível’.

Não era um comportamento normal e depois de ser submetida a uma série de raios-X, eles descobriram o motivo de seus temores. Ela estava bastante machucada e possuía algumas fraturas no corpo.

Com muito amor, pouco a pouco, a equipe conseguiu tratá-la e ajudá-la na recuperação. A recuperação física, porém, não era o mais importante, o seu emocional também precisava de atenção e de cuidados.

O progresso foi lento e foi necessário alguns meses para que Lilás finalmente cedesse e aceitasse receber carinho das pessoas, mas depois de feito, tudo se tornou natural e espontâneo para ela.

Atualmente ela é uma cadela muito feliz em sua nova casa, adora brincar com os demais filhotes e se sente amada. Ela tem um vínculo muito especial com sua dona e a sua família.

Veja o vídeo dessa amada:

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com