Policial se apaixona por cãozinho abandonado que resgatou na rua e decide adotá-lo

Por
em Notícias

Em junho deste ano, a policial estadual Sara Rogers, do Departamento de Polícia de Augusta, no Maine (EUA), foi acionada após uma denúncia anônima para resgatar um cãozinho abandonado e aparentemente ferido em um beco.

Com a ajuda de testemunhas, ela encontrou e encaminhou o animal até um centro veterinário. Ele estava muito debilitado e faminto, precisando de ajuda urgente.

Enquanto isso, o Departamento de Polícia de Augusta procurava identificar os antigos donos do cachorro. No entanto, a busca não foi bem-sucedida.

No centro veterinário, o cãozinho recebeu primeiros socorros, tomou banho e recebeu comida. Após isso, ele continuou com a policial Sara a tarde toda, para além do término do seu turno.

Naquele dia, ela passeou com o filhote, brincou com ele, e acabou criando, meio que sem querer, um vínculo muito especial com o pequenino.

O cachorro dormiu na casa da policial. No dia seguinte, os funcionários da ONG Kennebec Humane Society foram até lá para recolhê-lo e levá-lo para um abrigo. Só que Sara queria ficar com ele, em definitivo.

Ela foi até o centro da ONG e manifestou seu desejo de adotá-lo. Após resolver toda a burocracia envolta para levá-lo para casa, o filhote, batizado de Rey, em homenagem à Jedi da franquia Star Wars, finalmente ganhou uma dona e um lar amoroso.

No Facebook, o Departamento de Polícia de Augusta compartilhou a história comovente com uma foto da adorável dupla. “Nós amamos finais felizes!”, escreveram.

Confira o post:

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.