Jovem alega ter sido impedida de circular com o seu cachorro em shopping catarinense

Por
em Notícias
O relato feito nas redes sociais da jovem ganhou grande repercussão, mas não teve resposta do shopping até o momento.

Uma prática que tem se tornado cada vez mais comum em estabelecimentos e lugares comerciais é a circulação de cachorros acompanhados dos donos. Isso, no entanto, parece que tem sido um problema para os donos de pets que frequentam o Shopping Neumarkt em Blumenau, Santa Catarina, de acordo com o relato de uma cliente.

Rafaella Barbieri compartilhou uma situação desagradável que passou com o estabelecimento. A jovem compartilhou um vídeo em suas redes sociais em que diz ter sido impedida de circular no shopping com o seu cachorro Pyke, uma mistura de pastor alemão com collie, no dia 30 de setembro.De acordo com Rafaella, ela já havia frequentado o ambiente livremente outras vezes na companhia de Pyke, mas na última ida ao shopping, a circulação deles só foi permitida até a entrada de uma loja de pet shop.
“Ontem, o shopping Neumarkt me barrou a entrada dizendo que o Pyke não era bem-vindo no shopping. Um shopping onde está espalhado placas dizendo ‘traga seu serumaninho‘, ‘seu pet é bem-vindo aqui’, ‘traga seu melhor amigo'”, declarou Rafaella.

No vídeo Rafaella ainda disse como se sentiu com o ocorrido. “Fiquei extremamente chateada porque eu senti o preconceito que eles tiveram com ele, o descaso. A forma que falaram dele como se ele fosse um cachorro completamente descontrolado.”

Veja o vídeo na íntegra:

Entrada de animais domésticos em ambientes comerciais

1. O estabelecimento deve conter placas espalhadas pelo local informando a permissão da entrada do animal.

2. O local que não permitir entrada de animais, também tem que ter ao menos uma placa informando o porque de não permitir.

3. Antes de levá-lo junto com você, se informe quais as regras do local para a entrada dos animais.

4. O animal tem que estar em dia com suas vacinas e ser sociável com pessoas e outros animais.

5. Cuidar da higiene.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com