Cadela chihuahua banguela alegra e entretém pacientes de dono dentista durante procedimentos

Além de ser muito fofa, a chihuahua Kismet tem o importante papel de tranquilizar os pacientes

Por
em Notícias

A presença de um cachorro é capaz de deixar qualquer ambiente melhor e a chihuahua Kismet, de 13 anos, é o exemplo perfeito disso. Além da idade avançada, a cadelinha que vive na Califórnia, nos Estados Unidos, foi adotada pelo casal Cameron e Debra Garrett, com vários problemas de saúde.

Segundo o site People, a cadelinha foi diagnosticada com uma doença cardíaca, ela teve um tumor cancerígeno removido, uma hérnia tratada e teve todos os seus dentes arrancados devido a uma doença periodontal. Isso, no entanto, não foi o suficiente para arrancar a alegria de viver de Kismet, tampouco impedi-la de levar alegria aos pacientes do consultório odontológico dos donos.

Ela é presença garantida no consultório e os pacientes, apaixonados por cães, se distraem com o carinho de Kismet ao ponto de aliviar as suas tensões e preocupações com os procedimentos realizados. E tudo isso de maneira inconsciente!

“Todo mundo traz um pouco de ansiedade para o ambiente odontológico, e a ciência é muito clara. Interagir com um animal, ter contato físico com um animal de estimação realmente reduz a pressão arterial e a frequência cardíaca e torna o momento muito mais calmo”, declarou Cameron em entrevista à CNN.

Mesmo banguelinha, Kismet sabe muito bem como causar um verdadeiro sorriso, ou seja, tem grande parte no resultado dos pacientes dos donos, né? Merece ser recompensada!

“Kismet é uma delícia. Ela é a coisinha mais doce”, acrescentou Debra. “Nos traz alegria trabalhar em uma paciente e vê-la conosco. É mais agradável para nós trabalharmos também”, expressa a dona.

Eu falei que tudo fica melhor com a presença deles e Kismet está fazendo bonito. Quem não gostaria de ter a mesma sorte desses pacientes e encontrá-la durante as consultas, não é mesmo?

Cães banguelas

Você provavelmente deve estar se questionando: como Kismet se alimenta sem os dentes? A doença periodontal é dolorida, afeta mais de um ou todos os dentes e não tem cura. Mas, embora seja uma condição que mesmo não restando alternativas a não ser extrair os dentes, é possível sim proporcionar alternativas confortáveis para os cães.

Além disso, desde que não sintam dor na região, os cães conseguem mastigar com a ajuda da gengiva. Confira algumas opções alimentares para os cães banguelinhas:

- Ração amolecida

Com um pouco de água morna sobre o alimento, em um tempo de 10 minutos aproximadamente, é possível alcançar o resultado esperado. Dessa maneira a ração vai aumentar o volume e ficar macia.

- Dietas caseiras

É uma alternativa praticada por muitos donos que preparam um alimento - ou mais - para os cães. Diferente das sobras, a porção é preparada desde o início para ser dada ao animalzinho e a escolha de comidas macias ou em forma de papinha, facilitam o processo mastigatório. Consulte seu veterinário de confiança para preparar a melhor dieta para seu pet.

- Comidas em sachê

Existem muitas opções de ração no mercado, mas essa é clássica. Além de prática, é mais saborosa que a ração seca e a maioria dos animais simplesmente adora. Algumas opções são específicas para filhotes, justamente por serem macias e confortáveis, inclusive para um animal sem dentes.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com