Logomarca Amo meu PET

Estes são os principais problemas (e doenças) de pele entre os cães

Por
em Notícias

A pele do seu cão é única, assim como sua personalidade, mas há muitas coisas que precisamos fazer para garantir que a pelagem dele continue saudável.

Conforme o site Purina, em geral, a pele do doguinho precisa ser rosa ou preta, a depender dos pigmentos intrínsecos à sua raça ou sua história genética individual.

Ela deve estar livre de crostas, coceiras, descamação, manchas pretas ou brancas e áreas infectadas ou inflamadas.

A pelagem tende a ser grossa e brilhante, sem pêlos quebrados, manchas calvas, caspa ou pulgas que irritam o animal.

Em busca de problemas

Esteja atento para arranhões, crostas ou coceira na pele do cachorro - isso pode indicar doenças cutâneas.

A pelagem canina cobre não apenas o exterior, mas também o interior das orelhas deles, portanto, qualquer problema de ouvido pode estar relacionado a problemas de pele do cão.

Se você observar secreção acastanhada ou vermelhidão nas orelhas do seu cão, procure um veterinário.

Pele demasiadamente seca e doenças

A pele seca em cães pode ser causada em parte pelo ambiente doméstico. Durante o inverno, por exemplo, quando o aquecimento está ligado com mais frequência e em uma temperatura mais alta, a condição da pele do seu cão pode mudar e causar coceiras.

A menos que seu cão esteja se coçando continuamente, a pele seca não é um problema de saúde sério e pode ser facilmente tratada. Seu cão pode gostar de xampus especiais que você pode comprar no pet shop ou veterinário, por exemplo, que ajudam a restaurar a umidade. No entanto, a fonte subjacente do problema é provavelmente um ambiente seco: um umidificador em casa pode ajudar a manter seu cão mais confortável.

Queda de pelos (alopecia)

A perda de cabelo e/ou pelos (alopecia) é outra doença da pele de um cão que pode ter várias causas. Para salvar seu cão e você de estresse excessivo, leve-o ao veterinário para investigar se o cabelo está caindo.

Muitas vezes é o resultado de seu cão coçar ou lamber uma área com coceira, que por si só têm outra causa, como micose (uma infecção fúngica), bactérias ou parasitas comuns da pele, como pulgas, carrapatos, ácaros e piolhos.

O que causa alopecia?

Em alguns casos, a alopecia do seu cão pode ser devido a alergias cutâneas comuns em cães ou a problemas hormonais. Alguns cães podem limpar demais uma área dolorida, como uma articulação dolorida, para tentar fazer com que se sinta melhor. O excesso de aliciamento (lambe-lambe) devido a problemas de comportamento ou ansiedade é outra causa, embora seja menos provável que apareça em seu cão do que em gatos.

Algumas causas da queda de cabelo em cães são transmissíveis aos humanos: por exemplo, você pode pegar alguns tipos de ácaros e micose. Felizmente, isso é incomum, mas uma visita ao veterinário é sensata. Problemas gerais de saúde, nutrição ou uma doença subjacente também podem fazer a pelagem de seu cão perder o brilho e possivelmente resultar em queda de cabelo.

Parasitas comuns da pele

Os ácaros em cães são parasitas de pele comuns, e outros parasitas comuns incluem pulgas, carrapatos e piolhos. Eles podem causar coceira, inflamação, lesões na pele e queda de cabelo.

A maioria pode ser tratada facilmente, mas às vezes seu cão pode exigir um tratamento de longo prazo. Alguns também podem afetar humanos.

Alergias de pele em cães

As alergias podem ocorrer em qualquer fase da vida do seu cão. Algumas raças são predispostas a desenvolver alergias, incluindo goldens e labradores retrievers, bulldogs, boxers e dálmatas.

Seu cão pode desenvolver alergias de pele se for repetidamente exposto a um material - o 'alérgeno' - que causa a reação. Isso acontece quando o sistema imunológico produz anticorpos, que fazem com que substâncias inflamatórias sejam liberadas, o que por sua vez causa coceira.

Existem muitas substâncias que podem atuar como alérgenos e causar uma alergia cutânea ou 'dermatite alérgica'. Esses incluem: pólen, poeira doméstica e bolores.

É claro que as alergias cutâneas em cães podem ser desconfortáveis ​​e perturbadoras para seu animal de estimação. Elas podem levar muito tempo para serem resolvidas e, em alguns casos, precisam de gerenciamento de longo prazo. No entanto, a maioria das condições pode ser controlada, permitindo que seu cão e você tenham uma vida muito mais agradável.

Seu doguinho possui necessidades diferentes durante todo o verão e o inverno, especialmente no que diz respeito à pele. Esteja sempre atento à sua qualidade de vida!

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.