Cachorrinha buldogue francês pensa que é pequena o suficiente para usar a irmã como travesseiro mesmo 3 anos depois

Por
em Notícias

Sabe aquela história de amor à primeira vista? Então, ela com certeza se aplica às cachorrinhas Frannie e Trixie. Quando elas se conheceram, ainda filhotes, foi amizade à primeira vista.

“Frannie ficou muito feliz por ter encontrado uma irmã quando Trixie chegou em casa após a adotarmos; logo começaram os primeiros aconchegos uma na outra”, conta Jennifer Lewis, a tutora das cadelas. "Frannie é apenas seis meses mais velha do que Trixie, mas Trixie sempre se viu como a irmã mais nova".

Segundo o site The Dodo, desde o início, a duplinha aprendeu a tirar soneca juntas, passando horas dormindo confortavelmente uma na outra. Quase três anos depois, a rotina permanece: elas se amam tanto que, mesmo acordadas, ficam horas abraçadas, numa sessão aparentemente interminável de carinho e reciprocidade.

Mesmo sendo maior, Trixie ainda sobe "no topo" para cochilar.

"Frannie adora abraçá-la, então ela vai deixá-la dormir por cima por um tempo", relata Jennifer.
“Acho que Frannie apenas gosta do contato e não percebe o quão grande ela é”, acrescentou a mamãe adotiva.

As cadelinhas dormem na cama com os pais todas as noites, mas durante o dia elas adoram se aconchegar no sofá...

E na cadeira...

... e no banquinho.

Embora sejam muito próximas, elas possuem personalidades bem distintas.

“Frannie adora pular no colo das pessoas, mesmo que elas não estejam esperando”, disse Jennifer.
“Ela também adora jogar bola, é super inteligente e muito ágil. Ela se preocupa mais, porém, e leva as coisas mais a sério. Trixie é uma garotinha festeira, que gosta de se divertir e apenas aproveita a vida”, acrescentou.

Frannie e Trixie tornam o mundo um lugar melhor uma para a outra e para seus pais que as adoram. Especialmente quando elas deixam seus tutores participarem de suas sessões de aconchego ininterruptas.

“Elas fazem nossa casa cheia e feliz”, disse Jennifer. “Apenas aconchegar-se com as duas no sofá é tão relaxante, especialmente nestes tempos difíceis”, concluiu.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.