Única sobrevivente de ninhada, gata luta para viver e comove pela superação

Por
em Notícias

Quando a gatinha chamada Clove foi resgatada pela voluntária Heather, junto dos seus irmãos que, muito fracos, não resistiram e acabaram morrendo, ela mostrou o quanto era forte e que estava disposta a lutar pela vida.

Heather é uma voluntária do Norfolk Animal Care Center na Virgínia, Estados Unidos, e levou para sua casa uma ninhada de gatinhos recém-nascidos que estavam desnutridos e com um quadro de saúde preocupante.

Mesmo com todos os cuidados, apenas um dos filhotes sobreviveu, a gatinha Clove.

“Eu prometi a Clove que não desistiria, se ela não desistisse de mim”, disse Heather ao Love Meow.

A voluntária não tinha certeza se a frágil filhote sobreviveria, mas não mediu esforços para que isso acontecesse. Ela a alimentava o dia todo com uma seringa, além de prestar todo o apoio necessário.

Apesar do pouco tamanho, Clove também demonstrava vontade em corresponder os cuidados recebidos, se mostrando uma verdadeira guerreira.

“Lentamente, mas com segurança, ele foi ganhando peso até que finalmente pesou o suficiente para que o veterinário se sentisse confortável dando-lhe antibióticos. Após 10 dias, já estava começando a prosperar”, conta Heather.

De passo em passo, Clove começou a progredir e os cuidados foram ficando menos restritos, fazendo com que ela pudesse, enfim, brincar e se comportar como uma gatinha saudável. Logo, a gatinha começou a bisbilhotar o lugar e até tentou explorar muito mais profundamente, ela queria checar suas novas instalações.

“Clove é uma força a ser reconhecida, ela será dura como pregos quando for mais velha. Palavras não podem expressar o quanto estou orgulhosa desta pequena guerreira”, elogia a voluntária.

Tanto carinho e cuidado não foi em vão e com sete semanas, Clove já havia ganhado mais peso. Embora ela ainda fosse pequena para a sua idade, ela possui uma personalidade cativante e adorável.

A filhote guerreira tem desenvolvido suas habilidades felinas dia a dia e adora tirar uma soneca com a sua voluntária.

Assim que a pequena Clove atingir a meta de dois quilos, ela estará pronta para embarcar em sua nova jornada e ser adotada permanentemente por um lar.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com