Gatinha resgatada adora aninhar-se no colo da sua salvadora

Por
em Notícias

Quando foi acolhida junto dos seus quatro irmãos, a gatinha Piccadilly ou Dilly, era a menor da ninhada, a mais frágil e a última a abrir os olhos. Mas Penny Richards, voluntária do abrigo Animal Welfare League de Arlington, responsável por resgatar essa ninhada, sabia que ela tinha um futuro promissor, assim como os seus irmãos.

Segundo o Love Meow, os gatinhos foram encontrados com o cordão umbilical ainda preso, mas sem a presença da mãe por perto, então eles foram levados para o abrigo de animais que é localizado na Virgínia, Estados Unidos.

Imediatamente, a voluntária Penny se ofereceu para cuidar dos filhotes. Com atenção redobrada, ela se encarregou de alimentá-los o dia todo, além de providenciar roupinhas de lã para que eles se mantessem aquecidos e protegidos.

Dos cinco filhotes, Dilly era a que mais precisava de cuidados, especialmente pela falta de apetite que a pequena apresentava. Graças aos cuidados intensivos da voluntária Penny, Dilly, assim como os seus irmãos prosperaram e começaram a crescer saudavelmente.

Embora fossem todos amados e cheios de personalidade, Dilly, a menor do grupo, era a que mais de destacava do grupo. Com os seus grandes olhos, a pequena estava sempre observando os passos da sua mãe adotiva, além de estar sempre pedindo um colinho. Muito fofinha!

“Ela era muito fofa e sempre subia no meu colo para se aconchegar, enquanto ronronava”, relembra Penny.

Gastando todas as suas energias brincando e correndo com os seus irmãos, Dilly é dona de um comportamento travesso e divertido.

Sempre muito carinhosa com todos, especialmente com a sua humana temporária, Dilly já estava completamente pronta para ir para um lar definitivo, assim como os seus irmãos.

Em pouco tempo, todos eles foram destinados para seus novos lares, inclusive Dilly. Em sua nova família, havia uma irmã felina pronta para lhe receber, chamada Ronan, com quem Dilly se deu bem desde o primeiro momento.

As duas passam muito tempo juntas, brincando, brigando e observando o movimento através da janela, sempre lado a lado.

Parece que tudo deu certo e Dilly está tendo uma vida incrível ao lado de sua irmã felina e sua família. Se você quiser acompanhar a sua rotina pode segui-la no Instagram: ronan.dilly.

Motivos pelo qual o gato gosta de aninhar no seu colo

Acho que não há alegria maior para donos de gatos, quando os mesmos resolvem pular e se aninhar no colo. Muito ariscos uns tendem a não querer ficar no colo, por isso quando esse momento acontece ele se torna único.

Mas cada gato é um gato, vamos conhecer alguns motivos que podem levar os bichanos a procurarem o colo, conforme a entrevista de Marilyn Krieger, consultora certificada de comportamento de gatos (CCBC), com sede em Redwood City, Califórnia, e autora de Naughty No More!, ao site Caster.

  • Gatos gostam de calor, e o colo das pessoas geralmente é quente.
  • Os gatos gravitam em torno de pessoas de quem gostam e buscam conexão com suas pessoas favoritas.
  • Alguns gatos se sentem mais seguros quando estão no colo de sua pessoa favorita.
  • Se você tem um roupão que cheira a você, seu gato pode sentar-se nele, quer você o esteja usando ou não.
  • A textura da roupa também influência na decisão do gato subir no seu colo, eles gostam de tecidos macios.
  • Esse comportamento demonstra confiança.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com