Idoso de 92 anos recebe última visita de sua amada cachorrinha antes de falecer

Por
em Notícias

Um idoso de 92 anos internado com Covid-19 pôde receber uma visita mais do que especial no Hospital São José, em Criciúma (SC), para se despedir de sua querida cachorrinha de estimação.

Após nove dias sob acompanhamento constante de médicos e enfermeiros, o Sr. Frederico Lucas Minatto, recebeu a assertiva de que poderia receber a visita canina, informou o G1.

Segundo a equipe médica, o idoso sempre perguntava por sua cachorrinha, a Lilica, com quem dividiu a vida e o cotidiano por mais de uma década. Assim como o dono, Lilica também é idosa.

Graças à intervenção da Fernanda Minatto, uma das filhas do Sr. Frederico foi possível organizar a visita, que contou com o apoio de todo o hospital.

No último dia 24, Lilica e seu papai adotivo puderam se reencontrar e matar a saudade.

A mera presença da cachorrinha melhorou temporariamente o quadro de saúde do idoso. No entanto, a visita foi uma despedida.

Infelizmente, o Sr. Frederico acabou não resistindo ao vírus e faleceu dias depois.

Visitas de pets em hospitais

Nem todos os hospitais permitem a entrada de animais, se você tem alguém internado e que deseja muito ver o seu pet, entre em contato com a direção hospitalar. Geralmente as visitas para que sejam realizadas é necessário a autorização do médico responsável, como um atestando que o paciente tem condições de receber seu bichinho.

O animal de estimação também precisa estar com a saúde e a vacinação em dia, é necessário a apresentação da carteira de vacinação e também um laudo veterinário que comprove seu bom estado de saúde. Ao entrar no hospital, os pets deverão estar em suportes apropriados para os mesmos, usando guias e coleiras.

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.