Guaxinim tenta a todo custo fazer amizade com cão pinscher que retribui com 'ódio'

Por
em Notícias

Poucos seres vivos escapam do "ódio" dos cachorros pinschers. Nem mesmo um simpático guaxinim buscando um amigo para brincar conseguiu conquistar o coração desses animais 50% ódio e 50% tremedeira. Mas, pelo menos, isso o fez viralizar no TikTok.

O perfil do Tiktok, chamado raccoon_artem_tobolsk, está conquistando os internautas por trazer um guaxinim doméstico e sua rotina para meros mortais, como nós, que não podemos ter um desses como pet aqui em terras tupiniquins.

  • Existem três espécies mais conhecidas de guaxinim: o guaxinim-comum, o mão-pelada (encontrado no Brasil) e o guaxinim-pigmeu. Acredita-se que o guaxinim do vídeo é o comum, já que o mão-pelada é nativo da América do Sul e o pigmeu é exclusivo da ilha Cozumel no México e está em perigo de extinção.

Angariando mais de 30 mil curtidas no seu perfil, o simpático guaxinim passa o tempo comendo e brincando. Em um desses vídeos, ele brinca com um cachorrinho vira-lata que possui mistura com pinscher, que como todos sabemos, tem "ódio para dar e vender".

O vídeo em que brinca com o cachorrinho já obteve mais de 235 mil visualizações e 19 mil curtidas!

Na seção de comentários, diversos internautas adoraram a cena, como muitos elogiando a beleza da duplinha e outros ironizando a "briga". “Karol Conka em cima do Bill”, brincou um brasileiro. “Cachorro que late não morde”, um usuário lembrou o famoso ditado.

Confira o vídeo:

Mas esta não foi a última tentativa do nosso herói guaxinim de trazer a paz aos pinschers, porém, mais uma vez, o ódio deles é implacável.

Depois de tentar fazer contato, nosso herói decide deixar para outra hora e foi pegar um rango. Muito fofo, né?

Mais curiosidades sobre o guaxinim

  • Um guaxinim selvagem vive entre 2 a 3 anos, já em cativeiro pode chegar a 20 anos;
  • Os bichinhos podem defecar mais de uma vez no mesmo lugar, isto é chamado de latrina de guaxinim;
  • Não há muitos predadores que se alimentam de guaxinins, mas coiotes, pumas e gatos do mato já foram vistos fazendo isso.

E algumas especiais do brazuca mão-pelada:

  • Eles podem ser encontrados no Brasil inteiro;
  • Nosso bichinho não está listado como em ameaça de extinção, porém atropelamentos, poluição e diminuição dos habitats são prejudiciais a sua sobrevivência;
  • É um animal noturno e muito tímido, o que o torna bem difícil de ser avistado e estudado;
  • Ganhou esse nome pela quase falta de pelos nas mãos.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Estudante de jornalismo que é apaixonado por tudo que tenha super-heróis, dragões e faroeste (ele se pergunta todo dia quando que vai lançar um filme misturando os três). Gosta de ler, com um favoritismo em fantasia (por que será?) e adora ver séries em geral. Ama estudar sobre criatividade e sociologia. Tem uma doguinha perfeita e sem defeitos chamada Athena. Também gosta de cinema e matar tempo nas redes sociais vendo memes.