Pit bull Sansão ganha prótese produzida nos EUA para voltar a andar

Por
em Notícias

Novos passos para o cão Sansão! Vítima da maldade humana, o pit bull, de dois anos e nove meses, que teve duas patas traseiras decepadas por criminosos, ganhou uma prótese que permite que ele volte a andar.

O equipamento, feito sob medida para a pata traseira esquerda, foi produzido em Denver, Colorado (EUA). O dono de Sansão, Nathan Braga, de 22, de Vespasiano, Belo Horizonte (MG), afirma não saber quanto custou a prótese, mas se diz emocionado com a nova chance que o seu cão está tendo de voltar a andar e ser independente.

Assista Sansão passeando com sua nova prótese:

“Eu fiquei muito emocionado em ver o Sansão andando novamente. Fiquei muito feliz e agradecido de ele ter conseguido superar isso tudo. Estou feliz em ver ele feliz também”, disse Nathan ao G1.

A médica veterinária Monica Veras, responsável por importar o equipamento dos Estados Unidos, explica como foi feita a adaptação de Sansão.

“A prótese é de encaixe e precisa da curvatura do joelho para encaixar. Por isso, ela está sendo usada somente na pata esquerda”.

Monica contou, ainda, que entregou a prótese no dia 26 de fevereiro e no dia seguinte ele já havia começado a andar em “três patas”.

Para se adaptar à prótese, Sansão está realizando fisioterapia três vezes por semana e, segundo o dono, deverá receber o acompanhamento por até quatro a seis meses, até que ele esteja bem treinado com a ferramenta.

Veja o vídeo:

Uma das profissionais que tem acompanhado o caso de reabilitação de Sansão, a bióloga especialista em comportamento animal, Carolina Felipe, elogia o progresso do forte cão.

“Ele está indo muito bem. O Sansão é um cão muito forte. Todos ficam espantados com a força dele de vencer os desafios. A família do Sansão se dedica muito ao bem-estar dele. Ele está se desenvolvimento muito bem e tem surpreendido os profissionais”, declarou Carolina.

Daqui para frente, só progresso! O Brasil inteiro torce para que Sansão recupere a sua autonomia e a sua confiança. Além disso, ele está cercado de pessoas engajadas a ajudá-lo!

Lei Sansão

O pit bull Sansão foi quem impulsionou a criação da Lei Sansão e a adição a Lei nº 9.605 de crimes ambientais. Com o objetivo de averiguar, prender e penalizar aqueles que cometerem maus-tratos contra cães e gatos, a lei prevê a reclusão de dois a cinco anos, além de multa e proibição da guarda.

"Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos", cuja pena é de detenção de três meses a um ano ou multa no tipo fundamental. "§1º-A. Quando se tratar de cão ou gato, a pena para as condutas descritas no caput deste artigo será de reclusão, de 2 (dois) a 5 (cinco) anos, multa e proibição da guarda".

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com