Homem entra em luta corporal com ladrões para impedir roubo de sua cadela

Por
em Notícias

O ex-boxeador amador, James Cosens, 29, não mediu esforços para impedir que a sua cachorrinha Rosie, da raça rough collie, fosse roubada por ladrões de cães em Llanelli, Carmarthenshire, País de Gales.

Ele passeava em uma reserva natural com Rosie quando, inofensivamente, ela se aproximou de dois homens que estavam no local. Um deles a pegou no colo e disparou para James:

“Vou levar seu cão. Se você tentar pegá-la de volta, vou esfaqueá-lo”.

Supondo que o homem estava blefando e não estava armado, já que James não havia visto nenhuma faca ou outro instrumento de corte, ele entrou em luta corporal contra o ladrão.

Usando as suas habilidades de boxeador, James conseguiu resgatar Rosie e afugentar os ladrões. Felizmente ele não se feriu, mas a reação de James poderia ter sido perigosa, especialmente pelo fato de que a abordagem feita pelos ladrões não foi a primeira, tampouco será a última. Portanto, eles podem ser bem perigosos.

“Acho que eles provavelmente estão mais acostumados a atacar os vulneráveis ​​- idosos, crianças talvez. Mas eles viram um filhote e acharam que valia a pena correr o risco de levá-lo”, disse Cosens a BBC News.

James decidiu relatar a sua experiência nas redes sociais, a fim de alertar outras pessoas sobre o mesmo perigo. Além disso, a polícia local passou a investigar o caso, embora tenha dito que não recebeu novos relatos sobre tentativa de roubo de cães. Contudo, a polícia alerta a população sobre algumas medidas de segurança.

“Pedimos às pessoas que continuem a tomar suas medidas de segurança habituais, sem reagir por medo, mas, por favor, nos informe sobre quaisquer incidentes ou comportamento suspeito”, disse o inspetor Shaun Bowen da Polícia de Dyfed-Powys.

Roubo de cães durante a pandemia

Essa é uma prática que tem assustado pessoas em várias partes do mundo, especialmente durante o isolamento social. Isso porque há um aumento na procura de cães durante a quarentena, o que tem despertado o interesse de ladrões em roubar e ganhar dinheiro com a venda dos filhotes, para o pânico dos donos.

“O custo de um cachorro aumentou consideravelmente no último ano, tornando este um mercado lucrativo para o crime organizado explorar. Embora ainda seja um crime muito raro, infelizmente é algo que vimos aumentar recentemente. O roubo de cães pode ser um crime devastador para as famílias e causa considerável sofrimento aos proprietários”, disse Blackman, do Conselho Nacional de Chefes de Polícia.

A polícia afirmou, ainda, que 2020 foi “um dos piores anos de todos os tempos” no quesito de roubo de cães.

Receba nossas notícias no Whastapp! Entrar no grupo

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com