Logomarca Amo meu PET

O flagra mais fofo: Mãe descobre que gatinho de vizinho é companheiro de soneca de filha

Por
em Gatos

Acostumada com a resistência da filha na hora de dormir, Lynn Farrell estranhou quando foi dar boa noite e ela apenas respondeu: “Ok, mãe”. Apaixonada por gatos, assim como a mãe, a filha de Lynn havia acolhido "clandestinamente" um gatinho laranja em seu quarto.

Inicialmente, Lynn não imaginava que um gato pudesse se abrigar com tanta facilidade na sua casa, ainda mais no quarto da sua filha, especialmente porque eles não são tão domáveis assim. Mas Lynn estava completamente errada.

“Quando ela concordou em ir para a cama com tanta facilidade, fiquei imediatamente desconfiada como qualquer mãe seria. Quando eu abri a porta, os dois levantaram a cabeça, tipo, ‘que merda, fomos pegos'”, contou Lynn ao The Dodo.

A garotinha aproveitou que a mãe preparava o jantar para esconder o gatinho e mudou uma caixa de areia do banheiro para o armário, junto com um pouco de comida e água. Muito espertinha!

O felino laranja, que mais tarde foi nomeado pela família de Pumpkin Jr., não só se abrigou na cama da criança, como já tinha dono: o vizinho da frente. Mas a menina parece ter sido bem convincente, pois o gatinho deixou de lado a sua própria casa para dormir nos braços da filha de Lynn. E olha que nem foi por falta de gatos, já que a família já tem três.

Essa, no entanto, não era a primeira noite dos dois juntos, mas Lynn não ficou brava, pelo contrário, ficou encantada com a atitude da filha em ajudar e abrigar o gatinho, que até então, elas não sabiam que tinha um lar.

“Percebi imediatamente que eles tinham uma conexão especial. Ele escolheu bem o seu novo humano. Então, depois de um banho e uma escova, os dois foram dormir aquecidos, felizes e aconchegados”, relatou.

Depois de finalmente terem sido descobertos, a duplinha pôde dormir despreocupada. No dia seguinte, elas o levaram ao veterinário onde o felino recebeu todo o tratamento necessário para controle de pulgas e vermes.

A família fez questão de perguntar para os moradores sobre o gato e foi então que descobriu-se que o Pumpkin Jr. pertencia a um vizinho, mas que tinha o hábito de andar solto pela vizinhança.

Depois de identificar o dono do Pumpkin Jr. e pedir oficialmente a sua permissão para que ele continuasse frequentando a casa da família, a filha de Lynn e ele continuaram realizando divertidas festas do pijama.

“Ele é tão doce e fica constantemente ronronando, acho que não o ouvi parar. O quarto dela é domínio dele, e [ele] avisou nossos outros três gatos que eles não ousariam entrar no quarto de seu humano. Acho que agora tenho um quarto gato”, concluiu Lynn.

É, acho que ninguém ousaria se intrometer nessa amizade.

Bebês brincando com gatinhos

As crianças, não diferentes dos adultos - de bom senso - amam gatos. Com os bebês não é diferente e esse vídeo mostra isso da maneira mais fofa possível. É uma cena capaz de derreter o coração e arrancar gargalhadas de qualquer pessoa!

Você precisa ver isso:

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com