Cadela anêmica e suja passa por incrível antes e depois e descobre o que é ser amada

Por
em Cães

Uma publicação feita no Facebook no dia 29 de março, na página do abrigo Pega Bicho, uma associação de proteção animal da cidade de Cidreira, Rio grande do Sul, tem enchido o coração de internautas de esperança.

Uma cadelinha foi encontrada por Jéssica Maria, voluntária do abrigo, vagando nas ruas da cidade com carrapatos, pelo sujo e cheio de nós, além de estar com um quadro de anemia. A cachorra já tinha sofrido tanto nas ruas com maus-tratos e com a indiferença humana que não aceitou a ajuda de Jéssica, em um primeiro momento.

Apesar disto, a voluntária - com o seu infinito amor pelos animais - não desistiu e, por uma semana, ficou alimentando a canina na rua até ganhar a sua confiança.

Em entrevista ao Amo Meu Pet, Vanessa, que também é secretária da associação, declarou que assim que a cadela chegou no abrigo foi realizada uma campanha para arrecadar fundos para comprar medicações para pulgas, carrapatos e vermífugos. Além de conseguirem esses medicamentos, rapidamente a cadela ainda ganhou uma dia de beleza em uma agroveterinária da cidade San Martin, próximo de Cidreira.

Estando com a beleza restaurada, era hora de encontrar um lar temporário para que a cadelinha recebesse todo o tratamento necessário para a sua recuperação e, principalmente, ser amada até ser adotada definitivamente. A senhora Márcia Oliveira e o seu marido, Igor Dias Barbosa, se prontificaram para cumprir esse papel tão importante. O temperamento amável e dócil da cachorrinha conquistou o coração do casal, que decidiu adotá-la. O nome escolhido para a peludinha é tão encantador quanto ela: Nina.

Nina só pode ter a sua vida transformada graças às pessoas boas e engajadas com a causa animal que, felizmente, cruzaram o seu caminho.

O abrigo Pega Bicho

A cidade de Cidreira não possui um centro de zoonose ou departamento animal, então a associação faz parcerias com veterinários da região (para baixar custos de consultas e castrações) e contam com doações de campanhas que realizam em sua página no Facebook.

"Acreditamos que o poder público falha muito nisso, os voluntários teriam que ser somente um apoio às políticas públicas para os animais, mas acabamos fazendo um papel maior, de resgate, acolhimento, tratamento e doação.", explicou Vanessa.

A Pega Bicho é a primeira e única, até o momento, associação de Cidreira que ganhou o título de notoriedade pública pelo lindo trabalho que vem efetuando e, assim, usufruem dos benefícios de participar da Nota Fiscal Gaúcha. Dessa forma, o abrigo tem uma renda que advém desse recurso, tendo condições para custear as despesas nas clínicas. Segundo Vanessa, a associação também ganhou uma emenda parlamentar do Deputado Federal Paulo Pimenta de 100 mil reais que está sendo usada para um programa de 30 castrações mensais junto à prefeitura.

O trabalho voluntário requer amor, persistência e muita luta. Se você desejar contribuir com os animais do Pega Bicho, pode entrar em contato com eles através de sua página no Facebook, clicando aqui.

NOVO VÍDEO NO CANAL DO AMO MEU PET NO YOUTUBE, VEM CONFERIR:

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo