Pug idoso que sofria com ausência do dono se conforta com manequim igual ao rapaz

Por
em Cães

O cão idoso Shorty, um pug de 15 anos, vive com a sua família em Rhode Island, Estados Unidos. Por causa da ausência do dono quando viaja a trabalho, a família usou da criatividade para suprir a carência do cãozinho, criando um manequim.

Os cães são animais muito apegados aos donos e geralmente eles escolhem o seu 'humano favorito' na família e são capazes de tudo por ele. O pug Shorty foi adotado ainda novo pelo casal Marc e Kristen. E o laço de amizade do cãozinho se estreitou com o rapaz. Por causa de Shorty, Marc aprendeu a amar e a respeitar pessoas e animais.

O casal fundou a organização sem fins lucrativos Vintage Pet Rescue, em Rhode Island. O local é destinado para cães idosos, necessitando de cuidados paliativos e que foram abandonados por conta da velhice. Que bom que ainda existem pessoas do bem, para ajudar os animais indefesos.

“Atualmente, hospedamos 34 adoráveis ​​filhotes idosos que recebem 2 refeições por dia, muito tempo ao ar livre supervisionado, horas de carinho e cuidados médicos abrangentes”, disse Kristen ao People.

Quando Shorty era mais novo, Marc o levava em cada viagem de passeio ou trabalho, mas agora idoso, o pequeno requer mais cuidados, e as viagens ficaram inviáveis. Então quando Marc viaja, cabe a Kristen a cuidar do pug.

“Infelizmente, Marc tem que viajar muito a trabalho e Shorty fica muito ansioso quando está fora. Shorty vai latir e chorar e nada vai acalmá-lo. Ele nem se acalma se eu o estiver segurando. No passado, eu tentei colocar uma das camisas de Marc em um travesseiro, mas não funcionou. Eu me senti tão impotente tentando acalmá-lo quando Marc estava fora ”, conta Kristen.

A brilhante ideia da mulher para tentar amenizar o sofrimento de Shorty, foi vestir um manequim com as roupas de Marc. E ainda, colocou mangas com estampa, imitando tatuagens para ficar ainda mais parecido com o rapaz. Na guerra vale tudo!

Marc não acreditou que funcionaria, pois para ele o cãozinho não se renderia a um boneco de plástico, apelidado de Farc, abreviação de “Fake-Marc”. E para surpresa do rapaz, sua esposa colocou o boneco no sofá e a reação do cão foi a melhor.

“A reação de Shorty foi realmente incrível. Ele tinha chorado e latido o dia todo. Eu o coloquei no colo de Farc e passei os braços em volta dele. Ele se aconchegou na camisa e adormeceu em meia hora. Ele dormiu assim durante a noite. Eu fiquei maravilhado. Eu realmente não conseguia acreditar que funcionou!”

Farc não encantou somente o Shorty, mas a grande maioria dos cães da organização. Apesar da tristeza de se sentir traído pelos cães, Marc fica feliz que a ideia de sua esposa deu certo.

É certo que os cães ficam com ansiedade de separação assim como o pug Shorty. Então se você sair de casa por algumas horas ou dias, considere se despedir com naturalidade, enriqueça o ambiente com entretenimento e petiscos, reforce a independência e ensine-o desde filhote a não ficar 'colado' em você. Pequenos comportamentos que favorecem na despedida e no bem-estar do seu animal.

VOTE NO AMO MEU PET COMO MELHOR PERFIL PET:

Estamos concorrendo ao Prêmio iBest desse ano. Contamos com seu apoio para chegarmos no TOP 10 de perfis selecionados.

Acesse o link e deixe seu voto: https://vote.premioibest.com/votacao/pets/277298673

Após 24 horas, você pode votar novamente!

NOVO VÍDEO NO NOSSO CANAL NO YOUTUBE:

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo