Logomarca Amo meu PET

Cães adotados pela Polícia Rodoviária ganham casinha construída por 14 detentos

Por
em Notícias

Em 2015, os agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) de Mato grosso adotaram a cachorrinha Belinha e, no ano seguinte, o cãozinho Chupeta. Recentemente essa duplinha ganhou uma casinha de madeira construída por 14 detentos a pedido da PRF.

Esses dois vira-latinhas tiveram as suas vidas transformadas, graças aos corações bondosos dos policiais que os tiraram das ruas e os deram uma família dentro da corporação. E há mais de cinco anos os peludinhos convivem na rotina agitada em uma das unidades do departamento.

"Lá se vai meia década de amizade e de companheirismo. Todos os policiais dão sua parcela de contribuição para cuidar dos animais. Nós não escolhemos eles, eles nos escolheram", disse o chefe da PRF, Leonardo Ramos, disse ao G1.

Os policias felizes e querendo proporcionar uma melhor moradia para os mascotinhos, decidiram aproveitar a marcenaria do Centro de Ressocialização de Sorriso (CRS). E pediram aos detentos que construíssem a pequena moradia.

"Surgiu a ideia de adaptar o espaço do CRS numa marcenaria e desde então a gente vem recebendo doação de madeira para a capacitação e recuperação dos reeducandos", afirmou Edilson de Castro, o diretor do CRS.

O material utilizado para a confecção da casinha foi madeira ilegal apreendida pela PRF, doada para o Centro de Ressocialização. E com muito capricho o lar foi construído e pintado nas cores da instituição. Veja:

Ficou linda, né? E para os detentos a cada três dias de trabalho na marcenaria é um a menos na pena a ser cumprida.

Veja também este vídeo:

Conheça a história do Zeus, o cachorro que VIRALIZOU por gostar de ouvir música e dançar