Prática que une ioga com cabras é febre nos Estados Unidos; vídeos

A ideia surgiu com Lainey Morse que usou sua fazenda para criar uma nova forma de fazer ioga

Por
em Mundo Animal

A prática conhecida como “Goats Yoga” é uma forma que une exercícios de ioga com a presença de animais, mais especificamente cabras.

E ao contrário do que possa parecer, a técnica é febre nos Estados Unidos.

A ideia surgiu de Lainey Morse e fez muito sucesso em sua fazenda no estado americano Oregon, ocasionando até filas de espera.

Em entrevista à CNN, ainda em 2017, Lainey contou que a ideia surgiu durante uma festa de criança na fazenda.

Uma das mães que ensinava ioga falou que o espaço era perfeito para as aulas.

Então, a fazendeira concordou desde que as cabras não fossem retiradas de onde estavam.

“Eu vinha para casa todos os dias e passava tempo com as minhas cabras, era terapêutico. É difícil ficar triste quando tem cabrinhas pulando em você”, contou ela na época.
“As pessoas que vêm aqui têm ansiedade, depressão; estão se recuperando de um câncer ou de uma doença”, destacou a fazendeira.
“Não estão curando as doenças, mas (as cabras) estão ajudando as pessoas a lidar com tudo o que estão passando”, acrescentou.

As próprias cabras não se importam com os alunos de ioga no espaço delas.

Muitas adoram subir nos alunos, lamber seus rostos, comer seus cabelos e deixar perto deles até algumas necessidades.

E é claro que os alunos adoram sua presença. Assim, numa aula pode haver cabras de diferentes tamanhos, que vão de filhotes a adultos.

"A parte mais divertida para mim é observar o rosto das pessoas quando uma cabrinha se aproxima delas enquanto fazem uma pose de ioga. É uma distração, mas é uma distração feliz", finaliza Lainey.

E você, se inscreveria para fazer parte de uma turma? Será que essa moda pega algum dia no Brasil?

Veja também:

RETROSPECTIVA 2021 - Histórias de pets que marcaram o ano

Uma jornalista quase formada de 21 anos, completamente apaixonada por futebol e animais. É daquelas pessoas que não podem ver um cachorro ou gato na rua que já quer fazer carinho... Do tipo curiosa, gosta de contar boas histórias e aquecer o coração de seus leitores. Um pouco indecisa para os títulos das matérias, confesso, mas dedicada ao ponto de procurar sempre escolher as melhores palavras. Prazer, sou Letícia Michele Schneider, atualmente moradora de Passo Fundo (RS), tenho o sonho de deixar o mundo um pouquinho melhor e quem sabe um dia estar à beira do gramado entrevistando os jogadores da dupla Grenal.