Mulher ganha ovo misterioso e decide cuidá-lo para ver qual animal eclode

Por
em Mundo Animal

A mãe do internauta, João Luis Ferreira, 23, ganhou dois ovos trincados achados na roça. O motivo da rachadura foi porque a colheitadeira passou por cima, por sorte não quebrou. Acreditando que os ovos fossem de pato, a mulher os recebeu de bom grado, mas dias depois descobriu que, na verdade, a espécie era outra. Tratava-se de filhotes de urubu. A família vive no município de Umuarama, no Paraná. O caso foi compartilhado nas redes sociais de João, estudante de medicina veterinária, no dia 29 de julho.

No relato, o jovem conta que mesmo os ovos estando rachados, sua mãe decidiu dar uma segunda chance e os colocou para chocarem na chocadeira — aparelho em forma de caixa e aquecido eletricamente, usado para chocar os ovos e abrigar as crias nos primeiros dias. Surpreendentemente os ovos eclodiram, mas a surpresa maior foi descobrir que os filhotes eram urubus.

“Mesmo assim colocou chocar na chocadeira, achando ser de pato”, legendou João.

Os urubus são conhecidos como feios, desagradáveis e de hábitos carniceiros. Muitos acreditam que sua presença é sinônimo de acontecimentos negativos e por isso merecem distância e desprezo. Além de serem bagunceiros. Segundo Amanda Holland, bióloga independente de animais silvestres e aficionada por urubus, algumas das travessuras mais comuns dessa espécie são arrancar telhas de madeira, remover a vedação das janelas e redistribuir generosamente o conteúdo de latas de lixo pelo chão.

Mas apesar de toda essa repulsa, eles merecem o nosso respeito. De acordo com o biólogo e ornitólogo Willian Menq, mestre em zoologia pela Universidade Estadual de Londrina, para o portal de notícias G1, os urubus possuem um papel fundamental na manutenção de ecossistemas saudáveis. Devido a sua dieta necrófaga (de comer animais mortos), são verdadeiros “faxineiros alados”, mantendo os ecossistemas limpos, sendo responsáveis pela remoção de carcaças. Com isso, eles ainda evitam a propagação de doenças e bactérias que poderiam adoecer ou matar outros animais, inclusive o homem.

E pelos comentários dos internautas no vídeo, a visão repulsiva das pessoas por esses animais tem mudado. Pois Monique Eduarda contou: “vou falar por experiência própria eles ficam que nem cachorrinhos, são dóceis criados de estimação, são limpinhos, meu padrasto criou um”. Já George Xavier disse: “pensa num bicho que se torna companheiro, vai seguir e proteger sua mãe sempre. Precisando de ajuda nos cuidados só chamar”. E Luana Santos completou: “eles são tão carinhosos quando criados desde bebês minha mãe tinha um Xico era um amor”.

A publicação recebeu mais de 2 milhões de visualizações, 186 mil reações e além dos comentários citados acima, milhares de outros pediram para que João e a sua mãe cuidem bem dos urubus.

Confira o vídeo:

E para acalmar os internautas, o estudante compartilhou outro vídeo, mostrando-os após a janta. Segundo sua mãe, depois que comem, eles só dormem. E que a família não imaginava que os ovos fossem de urubus. Ele ainda contou que estão cuidando dos filhotes sob orientação médica veterinária e que provavelmente eles serão entregues a órgãos responsáveis.

“Agradeço a cada comentário, minha mãe ta feliz e falou para todos ficarem tranquilos, estão em boas mãos”, finalizou.

Veja:

Você conhece alguma outra história fascinante sobre animais de estimação? Então clique no link abaixo e envie para nós a sua pauta, ela pode virar uma matéria exclusiva do nosso portal.

Envia uma História - Seu PET pode virar uma matéria em nosso site!