Cão golden retriever que não era adotado por causa do seu sorriso ganha lar amoroso

Por
em Cães

Certo dia, um jovem chamado Dustin Kelley foi visitar um abrigo de animais local. A intenção não era adotar nenhum bichinho e, sim, conhecer o trabalho. Passeando pelos corredores, conheceu vários cães que não paravam de latir, seus latidos pareciam gritos de socorro, como se dissessem: 'me adote!".

Todos chamavam a atenção, mas um em especial não. Chegando em frente a uma gaiola, Dustin percebeu que o cão chamado Zeus, da raça golden retriever, estava muito quieto e cabisbaixo, desanimado com a vida.

Curioso, o rapaz perguntou sobre ele para os funcionários, foi então que descobriu que Zeus estava na fila da eutanásia e seria sacrificado no dia seguinte devido à superlotação. Ao saber disso, Dustin mudou de ideia e decidiu adotá-lo.

Mesmo se propondo a levá-lo para casa, o abrigo não incentivou a ideia, explicando que o cachorro era basicamente “inadotável” devido ao seu hábito de mostrar os dentes. Além de dizerem que ele tinha comportamentos agressivos, era destreinado e anti-social. Mas isso não fez o rapaz mudar de ideia.

"Fui atraído pelo menino triste no canto de seu canil e disse que o levaria para casa e se ele não se encaixasse bem em minha casa, pelo menos eu lhe daria algumas semanas de vida", contou Dustin ao The Dodo, que divulgou sua história em 2020.

Feito os trâmites da adoção, o funcionário do abrigo trouxe Zeus até o saguão, foi então que Dustin o viu mostrando os dentes. Vê-lo assim o deixou um pouco assustado, mas isso não o fez voltar atrás de sua decisão.

Passaram-se alguns meses e Zeus continuava o mesmo cachorro do abrigo. Nada de fazer festa, brincar, correr, pedir carinho ou abanar o rabo, seu semblante era triste. Até que finalmente começou a confiar no tutor e então mostrou seus dentes novamente.

“Depois dos primeiros três meses, ele começou a sorrir o dia todo, todos os dias, e foi aí que percebi que ele estava mostrando os dentes porque estava animado, não porque estava bravo”, disse.

Dustin ainda diz:

“Acho que quando ele finalmente percebeu que eu não desistiria dele e que esta era sua casa agora, ele realmente se abriu… e sua personalidade pateta e amorosa começou a brilhar.”

Já se passaram cinco anos e o sorriso de Zeus tornou-se o seu charme.

“Todo mundo adora!”, disse. “Geralmente faz estranhos rirem, e eles querem dar a ele muito carinho assim que o veem”.

Aonde o pet vai chama a atenção! Seja no consultório do veterinário, no tosador, no pet shop, no Starbucks, não importa onde estejam, Zeus faz muito sucesso com o seu sorriso lindo, que antigamente era considerado uma atitude agressiva.

Seu tutor só tem a agradecer por ele ter entrado em sua vida. “Ele esteve comigo em alguns dos piores momentos da minha vida. E em cada dia ruim, seu sorriso me fez sorrir”, disse Kelley. “Posso tê-lo adotado, mas ele definitivamente me resgatou.”

Assista também este vídeo:

O que esse papagaio tanto escondia nesse tronco?