Guaxinim pede ajuda a uma mulher para escapar da lixeira que havia ficado preso

Na terceira tentativa de tirar o animal de lá, Christine utilizou um grande galho de árvore

Por
em Mundo Animal

Um pequeno guaxinim passou sufoco após ficar preso em uma lixeira de metal frio em um acampamento na Califórnia, nos EUA. O animal tentou repetidamente escalar a lateral para se libertar, mas não obteve sucesso.

Pouco tempo depois, uma campista chamada Christine passou pelo local e o guaxinim (por vezes nomeado de rato-lavadeiro) pareceu compreender que ela poderia ajudá-lo.

O animal então começou a pular para mostrar à mulher que precisava de ajuda.

Amante dos animais, Christine não hesitou em ajudar o pequeno mamífero, mas inicialmente ficou meio confusa com a situação.

“Eu tinha visto guaxinins entrando e saindo o dia todo. Então fiquei me perguntando por que este estava tendo tanta dificuldade, não estava nem perto de sair. Mas continuou tentando”, disse em entrevista ao The Dodo.

Segundo a campista, o animal estava pulando para cima e para baixo por alguns minutos e quando a viu olhou diretamente para ela.

“Ele deu um pulo indiferente e se virou para olhar para mim novamente e sentou-se um pouco como se estivesse dizendo: ‘Olha, eu realmente não posso fazer isso. Ajuda!’”, pontua.

Para evitar que o animal lhe mordesse, Christine começou a procurar objetos que o guaxinim pudesse usar como escada.

Inicialmente, a campista pegou um graveto, porém este não tinha galhos suficientes para o guaxinim se segurar.

Então ela segurou uma placa de sinalização de plástico, contudo era muito escorregadia.

Por fim, encontrou um galho de árvore que havia caído. Foi quando o animal conseguiu sair da lixeira com segurança.

Um vídeo, publicado na conta @rosie.birb no Instagram, mostra o momento exato em que o guaxinim pede ajuda e consegue sair para fora da lixeira com o auxílio de um galho.

Ao todo, a postagem do dia 29 de outubro foi vista por mais de 96,4 mil pessoas. Além disso, teve mais de 7.200 curtidas e 92 comentários.

“Agradecido por ajudar”, comentou um internauta.
“Obrigado por ser uma mulher amorosa e carinhosa”, frisou Glória.
“Que bom que você ajudou o doce guaxinim”, enfatiza Paul.

Confira o vídeo:

Guaxinim

Assim como os esquilos, os guaxinins são famosos por vasculhar latas de lixo e invadir lares humanos. Além de desenvolver uma relação de amor e ódio com as pessoas.

Conforme esclarece o site Top Melhores, os guaxinins possuem até 22 subespécies existentes e vivem por dois a três anos na natureza.

São nativos da América do Norte, sendo em sua maioria criaturas solitárias.

Estes são classificados como seres onívoros, ou seja, se alimentam tanto de plantas ou algas como de outros animais.

Com hábitos noturnos e uma visão surpreendente, essa espécie também possui duas mãos com cinco dedos cada, bem como, os seres humanos, o que lhes facilita para abrir recipientes e mexer no lixo.

Além de tudo, são extremamente inteligentes.

Redatora.

Últimas notícias