Golden retriever toma atitude ao ver algazarra de irmã e vídeo bate 15 milhões de views

Por
em Cães

Buxton e Pivot são dois cães da raça golden retriever que possuem personalidades diferentes. Enquanto um é tranquilo, o outro é inquieto. E por conta dessa agitação, Buxton impõe respeito, já que é o cão mais velho da casa.

Como certo dia em que Buxton estava deitado no sofá da sala ao lado do seu dono assistindo televisão. Já Pivot não parava de correr pelo ambiente segurando um brinquedo barulhento na boca.

Por várias vezes ela pulava do chão para o sofá com o tal brinquedo. O pobre cão não sabia o que fazer para que a irmãzinha parasse.

Foi então que levantou pacientemente de onde estava e foi até Pivot e, educadamente, puxou o brinquedo de sua boca, ela relutante não quis entregar.

O vídeo compartilhado nas redes sociais da duplinha no dia 25 de novembro terminou assim, mas acredito que no final a pet tenha cedido a vontade do irmão e tenha lhe entregado o brinquedo.

A cena mostra um dos efeitos que a velhice pode causar nos bichinhos de estimação: o querer o sossego. Uma equipe de cientistas conduzida pelo Clever Dog Lab do Messerli Research Institute no Vetmeduni Vienna, estudou o comportamento dos cães de diferentes idades enquanto usavam um computador com tela sensível ao toque especialmente projetado.

Na primeira parte do teste, os caninos deveriam aprender a escolher corretamente quatro de um total de oito imagens abstratas mostradas na tela.

Os cães viram duas fotos de cada vez, uma das quais tinha uma associação positiva. Os cães que tocaram esta imagem foram recompensados ​​com uma guloseima. A outra imagem tinha uma associação negativa e não oferecia nenhuma recompensa.

Nessa tarefa os cães mais velhos tiveram mais dificuldades que os novos. Contudo, no segundo teste os idosinhos se saíram melhor. Nesse exercício foram mostrados duas imagens: uma totalmente nova e a outra era uma das imagens que tinham uma associação negativa do teste anterior.

Os pets deveriam apontar qual imagem era a negativa. E como os cães mais velhos se saíram melhor, os pesquisadores concluíram que os cães idosos tinham uma visão mais fixa do que haviam aprendido antes.

Agora dá para entender o porquê que Buxton aquietou a irmã, pois sabe o que pode ou não pode fazer dentro de casa. A idade o ensinou, amadinho!

A publicação alcançou mais de 15 milhões de visualizações, 2,7 milhões de reações e milhares de comentários cheios de humor com a atitude de Buxton.

"Ele estava tipo: com licença, me dê isso, me dê isso, você já teve o suficiente", brincou uma.
"A maneira como ele pega gentilmente, mesmo estando absolutamente farto", comentou outra.
"Me dê essa coisa agora, não me faça gritar com você", imaginou outra.

Confira:

Que figuras! E se você deseja segui-los nas redes sociais, clique aqui.

Assista também este vídeo:

O que esse papagaio tanto escondia nesse tronco?