Juíza de cidade do Goiás determina criação de abrigo para animais abandonados

Devido ao grande número de maus-tratos e abandono na cidade, juíza determina uma série de restrições afim de evitar a situação

Aquelas notícias que aquecem o coração! Os animais da cidade de Porangatu (GO) tem motivos para comemorar.

A juíza Ana Amélia Inacia Pinheiro estipulou várias normas em prol da proteção e bem estar dos animais. Tais como, a proibição da prática de eutanásia em animais saudáveis e ordenou ainda ao município, a construir um abrigo para animais abandonados.

A juíza exige ainda que os profissionais do centro de zoonoses sejam treinados e que o investimento para conscientizar a população sobre castração e adoção responsável. Em casos de descumprimento, estão sujeitos a multa.

É comum na cidade a proliferação dos vetores da leishmaniose, transmitida pela picada de alguns insetos. Para evitar esse tipo de transmissão, Ana Amélia exigiu ainda, a retirada dos chiqueiros da área urbana.

As decisões surgem por conta do grande número de animais abandonados e vítimas de maus-tratos.

Uma juíza dessas, hein bicho?! Parabéns pela atitude!

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo.
Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários