Treinando para ser cão-guia, pastor alemão é reprovado por ser hilariantemente desastrado (veja vídeo)

Foram muitas tentativas, mas parece que mesmo atendendo todos os pré-requisitos, alguém aqui não tem o dom para o posto.

Às vezes na vida nos deparamos com situações contrárias àquilo que realmente gostaríamos que acontecesse. Talvez você já tenha pensado em ser médico(a), mas não suporta ver sangue. Talvez tenha desejado ser instrutor(a) de vôo, mas não consegue sequer olhar para baixo, por ter medo de altura.

A verdade é que está tudo bem e, com certeza, você não está sozinho nessa. Esse pastor alemão tem uma história divertidíssima exatamente por não ser o cão ideal para exercer o seu posto de cão-guia.

Ryker tem tamanho, agilidade, rapidez e um faro muito aguçado, mas ao ser treinado para ser um cão de serviço, ele não atendeu as expectativas dos treinadores da Academia de Treinamento Canino Double H em Louisville, nos Estados Unidos.

Pelo contrário, Ryker acabou com todas as suas boas chances de desempenhar com vigor a função de cão-guia. Os treinadores filmaram vários momentos do treinamento de Ryker que não poderiam ser mais desastrosos - e engraçados.

Assista para você cair na gargalhada e entender do que eu estou falando:

O vídeo foi compartilhado há um ano, o que será que aconteceu depois disso com Ryker? Será que ele finalmente aprendeu a se comportar em serviço ou teve que ser direcionado para outro cargo? Adoraria saber!
Foto: Youtube/Double H Canine Training Academy
Foto: Youtube/Double H Canine Training Academy

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários