Chihuahua que nasceu sem patas dianteiras ganha carrinho de rodas sob medida

Apesar de ser algo bastante comum, a existência de animais domésticos com deficiência infelizmente ainda é subnotificada pelos veículos de comunicação.

Não são raras as histórias de tutores que cuidam e zelam por cães e gatos resgatados das ruas em péssimas condições físicas, aqueles que foram atropelados nas estradas ou outros que nasceram com doenças congênitas.

Uma delas é a do chihuahua Turbo e sua tutora Ashley.

"Assim que o vi, me apaixonei completamente", disse a jovem em um vídeo do YouTube.

Foto: Reprodução / The Dodo
Foto: Reprodução / The Dodo

Turbo nasceu apenas com as patas traseiras. Devido à sua deficiência, ele teve muita dificuldade de viver com o resto da ninhada. Seu dono queria entregá-lo a um abrigo.

Felizmente, uma mulher chamada Ashley Looper conheceu Turbo, se apaixonou por ele e decidiu adotá-lo, assumindo a responsabilidade de cuidar e suprir todas as necessidades do cãozinho.

Foto: Reprodução / The Dodo
Foto: Reprodução / The Dodo

Para facilitar os passeios que faz com Turbo pela cidade, a norte-americana construiu um carrinho de rodas adaptado especialmente para as medidas do chihuahua. A locomoção dele nunca foi tão fácil e eficaz como agora.

Foto: Reprodução / The Dodo
Foto: Reprodução / The Dodo

O carrinho foi construído via ‘tentativa e erro’ e hoje permite que Turbo se desloque para onde quiser com muito mais conforto e segurança.

Confira abaixo algumas imagens:

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários