Jovem encontra cão goldendoodle abandonado em acostamento com bilhete comovente preso à coleira

Enquanto dirigia para casa em uma autoestrada em Ipoh, na Malásia, Lionel Vytialingam se deparou com um cão abandonado no acostamento, perdido e chorando muito.

Presa à sua coleira, uma mensagem que fez o rapaz se comover profundamente.

Oi! Meu nome é Siggy e eu sou a cachorrinha mais amorosa e atenciosa que você já viu”, dizia a nota.

Foto: Lionel Keith Vytialingam / Jam Press
Foto: Lionel Keith Vytialingam / Jam Press

E continuava:

Meu ex-dono está muito arrependido por ter me deixado aqui com você, mas ele simplesmente não pode mais cuidar de mim. Sinto muito por isso, pois tenho certeza que ele também está.

Por favor, me leve para sua casa. Por favor, deixe-me fazer parte de sua família. Por favor, me ame!

Sou uma goldendoodle (mistura entre golden retriever e poodle) e tenho cinco anos. Sou muito legal, nunca mordi ninguém!

Também sou uma boa cadela de guarda que fica sentada em frente à sua porta o dia todo e late para quem chega ao seu portão. Até você me pedir para parar. Ou se eu conhecer a pessoa muito bem. Eu também posso fazer alguns truques.

Espero que você me aceite. Com amor, Siggy”.

O bilhete sensibilizou Lionel, que decidiu levar a cachorrinha para casa.

Lá, ela foi alimentada, tomou banho e foi tosada pelo seu novo tutor.

Na maior parte da semana, Siggy fica com Lionel. Nos fins de semana, com seu irmão. “Ela já virou parte da família. A amamos incondicionalmente”, disse o jovem.

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários