Para tratar câncer, cão husky precisa de cirurgia de 10 mil dólares e namorada do dono não aceita gasto de dinheiro

Dividido entre salvar a vida do seu cachorro e concordar com a namorada que não aceita que ele gaste a quantia, homem pede ajuda na internet sobre o que fazer

O apoio entre um casal é fundamental para que o relacionamento dê certo. Agora, quando isso não acontece e um lado acaba interferindo na decisão do outro sobre salvar ou não a vida do seu cachorro de estimação, isso se torna um grande problema.

Envolvido nessa situação, um homem tem enfrentando um grande conflito, pois o seu cachorro, chamado Summer, de quatro anos, foi diagnosticado com câncer de pele, mas com a descoberta precoce, as chances de cura são grandes.

No entanto, ele precisa passar por uma cirurgia. E é aí que começa o atrito entre o casal, pois a cirurgia custa o valor de 10 mil dólares, e embora o homem tenha a quantia em uma reserva que ele criou, a sua namorada se mostra completamente contra ao gasto com o cachorro.

No relato compartilhado na rede social Reddit, em que as pessoas expõem alguma situação e pedem a opinião de outras para resolvê-la, o rapaz, que não se identificou e não informou de onde era, disse que não sabe o que fazer.

O casal, que está junto há dois anos, mora junto e a contrariedade da mulher contra o investimento na cirurgia se dá pelo fato dela estar desempregada e alegar que o valor deveria ser guardado para garantir o futuro dos dois juntos.

“Quando contei a ela sobre o dinheiro e que pagaria a cirurgia, ela ficou chateada porque 1° ela não sabia da conta, e 2° eu gastaria tanto dinheiro enquanto ela está sem emprego e lutando para conseguir um”, disse.

O relato acabou indignando muitos usuários que criticaram a posição da namorada que não pensou na vida do cão. Outros apontaram que eles não são casados, e é seu próprio dinheiro que ele poupou e é o seu cachorro: a decisão é dele.

Já a própria rede social o respondeu afirmando que pensava que sua namorada poderia terminar o relacionamento com ele, mas o rapaz disse que escolheria seu cachorro em vez da namorada.

Situação chata, né? E você, o que faria nessa situação? Conta para gente!

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários