Beija-flor se nega a abandonar companhia de cachorro pastor alemão que o salvou

Por
em Aqueça o coração

Muitas vezes, encontramos bondade e compaixão nas circunstâncias mais incomuns e adversas. Um bom exemplo disso foi o que aconteceu com o norte-americano Ed Gernon.

Durante uma visita a um abrigo de animais na Califórnia, onde ele pretendia adotar o ‘mais feroz dos pastores alemães’ para proteger a sua propriedade, Ed não esperava que o cão se revelasse muito mais sensível e bondoso do que ele esperava.

Depois de adotado, Ed batizou o cão de Rex. Certo dia, os dois foram a um passeio diário, foi quando Rex encontrou um beija-flor imóvel embaixo de alguns arbustos e coberto de formigas. Compadecido, ele resgatou o bichinho, levou para casa e cuidou dele, sempre por perto e protegendo-o de qualquer perigo, assim como Ed o cuidou quando foi tirado das ruas.

Quando recuperado, o pequeno beija- flor se recusou a abandonar Rex, não querendo voar e seguir seu caminho quando foi lhe dada a oportunidade. Assim. permanecendo e acompanhando Rex por onde ele vai e uma das coisas favoritas do beija-flor é se molhar na tigela de Rex. Veja o vídeo:

Ed nomeou o pássaro de Hummer, e embora ele acredite que o beija-flor os deixará um dia quando estiver mais velho, todos estão curtindo a companhia um do outro.

Receba nossas notícias no WhatsApp!Entrar no grupo

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.