Cadela abandonada pelo dono por ser “muito feia” é adotada por família que a transformou em um animal feliz

Toda criatura viva é digna de bondade. E todo cão é digno de um lar bom e amoroso.

Infelizmente, no entanto, os cães sem teto que esperam nas ruas e nos abrigos não têm ideia de como são dignos. Para um cachorro, chamado Nelly, foi-lhe dito que não merecia nada e foi abandonado na rua por um dono insensível por ser “muito feio”.

Felizmente, a doce menina foi acolhida pela Sidewalk Specials. Eles sabiam que Nelly merecia todo o amor imaginável.

Ainda assim, ela recebeu zero aplicativos de adoção. Isso foi devastador para os voluntários que sabiam que, para Nelly ficar bem, ela precisaria de um ambiente estável.

Foto: Reprodução Youtube / Sidewalk Specials
Foto: Reprodução Youtube / Sidewalk Specials

Eles filmaram a história dela e a publicaram no canal do YouTube. Os espectadores compartilharam a história de Nelly e, felizmente, alcançaram as pessoas perfeitas. Eles se ofereceram querendo adotá-la e adivinhem … eles conseguiram!

Nelly, que agora se chama Lilly, está vivendo sua melhor vida com sua nova família. Sua família possui uma fazenda. Lilly interage diariamente com todos os tipos de criaturas adoráveis. Ela, que passou a vida inteira lutando para sobreviver nas ruas, agora está passando os dias correndo com seus novos amigos animais.

Foto: Reprodução Youtube / Sidewalk Specials
Foto: Reprodução Youtube / Sidewalk Specials

Lilly também é muito amada por sua nova família humana. A história dela é a prova de que tudo é possível se trabalharmos juntos. Nenhum cachorro não é adotável! Nenhum cachorro é “muito feio” para a felicidade. Lilly é a prova. Veja sua incrível história no vídeo abaixo. Obrigado, Sidewalk Specials!

Gabriel Pietro

Gabriel Pietro têm 20 anos, é redator e freelancer. Fundou o Projeto Acervo Ciência em 2016, com o objetivo de levar astronomia, filosofia e ciência em geral ao público. Em dois anos, o projeto alcançou milhões de internautas e acumulou 400 mil seguidores no Facebook. Como redator, escreveu para vários sites, como o Sociologia Líquida e o Segredos do Mundo. Ainda não sabe se é de humanas ou exatas, Marvel ou DC, liberal ou social-democrata. Ama cinema, política, ciência, economia e música (indie). Ainda tentando descobrir seu lugar no mundo.

Comentários