Cadela se mostra agressiva com a aproximação de socorristas que percebem que ela estava tentando proteger os seus filhotes

A cadela era na verdade muito dócil, ela só estava exercendo o seu papel de mãe e protegendo a sua ninhada.

O instinto maternal predomina nas mamães, sejam elas de qual espécie for. Essa pit bull, enfatizou isso muito bem ao proteger os seus filhotes da aproximação de algumas pessoas.

Foto: Reprodução / Stray Rescue of St. Louis
Foto: Reprodução / Stray Rescue of St. Louis

A cadela escolheu uma casa abandonada e caindo aos pedaços para ficar e abrigar os seus seis filhotes, em Saint Louis, Missouri. Sabendo apenas da existência da cadela no local, a equipe de resgate animal Stray Rescue of St. Louis foi até a casa para resgatá-la, mas chegando lá eles perceberam que ela estava tendo um comportamento extremamente agressivo e pegá-la não seria uma tarefa tão simples.

Não demorou para que os socorristas entendessem o motivo de tanta territorialidade, os chorinhos dos filhotes entregaram o motivo, ela só estava tentando proteger os seus bebês. Foi necessário que a equipe tivesse cuidado e montasse uma estratégia para prendê-la e enfim resgatar a família. Eles atraíram a cadela para a gaiola usando um dos seus filhotes de isca, o que deu certo, afinal, ela estava disposta a protegê-los a todo custo.

Depois de ter pego a mamãe, o que era a parte mais difícil, os socorristas pegaram um a um dos filhotes e colocaram todos em um lugar seguro e macio, em direção ao abrigo.

Foto: Reprodução / Stray Rescue of St. Louis
Foto: Reprodução / Stray Rescue of St. Louis

A cadela só se acalmou quando viu que todos os seus filhotes estavam por perto e para garantir que estavam bem, deu a cada filhote um cheiro e um beijo.

Foto: Reprodução / Stray Rescue of St. Louis
Foto: Reprodução / Stray Rescue of St. Louis

Finalmente reunidos novamente, todos puderam descansar em paz em um local confortável, onde receberão todos os cuidados necessários até que novos rumos sejam definidos para essa família.

Assista como foi o resgate mamãe coruja e os seus filhotes:

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários