Filhote de chihuahua que passava fome e não conseguia ficar de pé, é salva e ganha todo o carinho que merece (veja o vídeo)

Filhote, pequena e indefesa, a cadela provavelmente não sobreviveria se não fosse resgatada.

O desamparo ao qual centenas de animais encontram vivendo nas ruas é inimaginável para qualquer pessoa que tenha um teto para dormir e alimento na mesa para comer. Além da escassez, eles não podem fazer nada para conseguir esses confortos, que são básicos para viver. Por isso, gestos, por mais simples que sejam, fazem toda a diferença para ajudá-los.

Graças a ajuda de voluntários da ONG Humane Society dos EUA, que a pequena filhote chihuahua pôde ganhar uma vida digna. A filhote abandonada vivia pelas ruas e sem acesso a alimento, passava fome e quando foi resgatada mal conseguia ficar de pé, de tão fraca que estava.

Após a checagem da equipe, foi constatado que ela pesava um pouco mais de dois quilos. Sem a ajuda de voluntários, ela provavelmente não teria sobrevivido nas ruas sozinha.

Felizmente, no abrigo, a agora chamada Lemon, recebeu os cuidados necessários para que pudesse se fortalecer e desenvolver como qualquer outro filhote saudável. Os cuidados se estenderam por três meses até que a saúde fosse reabilitada por completo e a suas limitações para andar e conseguir se alimentar sozinha foram substituídas por caminhadas e corridas que ela já era capaz de realizar.

Após a sua recuperação, não demorou para que a pequena fosse adotada e conseguisse se estabelecer em um novo lar. Agora sim, Lemon leva uma vida digna, segura e longe das ruas!

Foto: Reprodução / Kent County Animal Shelter
Foto: Reprodução / Kent County Animal Shelter

Acompanhe a sua trajetória:

Ana Caroline Haubert

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo.
Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com

Comentários