Ursa que viveu durante 10 anos em jaula inundada, é resgatada e dá à luz dois filhotes

Por
em Notícias
A ursa Dasha passou por momentos realmente difíceis e deprimentes, mas felizmente a sua vida teve uma grande reviravolta.

A vida foi muito dura com a ursa Dasha, por pelo menos 10 anos. Vivendo presa em uma jaula com outro urso, o local ficava em frente a um restaurante em Yerevan, na Armênia. Além de viver em cárcere total, os ursos ainda tinham que lidar com a inundação na jaula por conta da proximidade do rio, e acabavam ficando submergidos até os ombros. Um panorama realmente desconfortável de ser visto, difícil imaginar que as pessoas conseguissem comer olhando para uma cena dessas.

Estresse, fome, inundação, eram apenas alguns dos problemas enfrentados pelos mamíferos. Felizmente, em outubro de 2017, o International Animal Rescue (IAR) e a Fundação para a Preservação da Vida Selvagem e Ativos Culturais (FPWC) convenceram os proprietários do restaurante a entregarem os ursos, que foram transferidos para um santuário.

Ali, iniciava uma nova fase para Dasha e Misha, o casal de ursos. Depois de hibernar durante o inverno, uma surpresa para os funcionários: Dasha havia dado à luz a dois filhotes fofos e saudáveis.

Ninguém sabia que ela estava grávida, mas a notícia não poderia ter sido mais agradável, afinal, eles já iriam crescer em um ambiente de floresta natural com muito espaço para explorar, diferente da vida que a sua mãe teve.

“Ela recebeu todo o cuidado necessário após ser resgatada, recebeu frutas, vegetais, nozes e mel suficientes para ganhar peso e gordura antes da hibernação, mas ninguém imaginou que seu bom apetite fosse resultado da gravidez”, disse Vicky Mkrtchyan, coordenadora de projetos ambientais da FPWC. “A gravidez dos ursos passa despercebida e eles dão à luz durante a hibernação, então só vimos os filhotes quando ela saiu de seu esconderijo.”

Os filhotes ficarão com Dasha até a próxima primavera, e serão avaliados quanto à possível liberação de volta à natureza, desde que eles tenham condições de procurar sua própria comida até lá. Enquanto isso, a pequena e unida família é vista desfrutando todos os espaços juntos e livres.

“É comovente refletir sobre sua vida miserável atrás das grades e depois olhá-la agora, uma mãe natural cuidando de seus filhotes, protegendo-os ferozmente do mundo exterior”, disse Vicky.

Misha, o "pai" urso, infelizmente morreu de complicações médicas.

Bom ver que mãe e filhotes foram libertos do cárcere e hoje vivem uma vida digna em um ambiente que respeita a sua natureza.

Jovem (mais na idade do que na postura), curiosa (quem, o quê, onde, como, quando e por quê), analítica (sempre em busca de respostas), e estudante de jornalismo. Com sede de conhecimento, tem calafrios de rotinas monótonas e repetitivas. É ainda, inconformada com mais do mesmo, buscando dessa forma, descobrir o seu lugar no mundo. Prazer, sou Ana Caroline Haubert, gaúcha lá de Passo Fundo. Sugestões, críticas, pautas e opiniões são bem-vindas no meu email: caroline_hauber@hotmail.com